ASCENSÃO PLANETÁRIA

AMIGO LEITOR!!! Nossa missão aqui é apenas de divulgar a "Ascensão" do Planeta Terra e dos seres que nele habitam. Não temos a menor intenção de impor ou convencê-lo de qualquer assunto aqui tratado. Deixamos claro que não se trata de nenhuma seita ou religião e também não discriminamos ninguém, quer seja por raça, partido, opção sexual ou religiosa. A principal intenção é de informar, ao amigo leitor, sobre temas e assuntos que, em nossa opinião, entendo serem tão importantes e necessários, e que num futuro muito próximo, poderá lhe ser útil. Pedimos apenas que use seu discernimento o máximo que puder, meditando, analisando e, por que não dizer, questionando o que aqui vier a ler…. SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS E FIQUEM NA LUZ !!!

Viagem para Estrelas – Parte I

Deixe um comentário

TRANSCRIÇÃO DE “UMA HORA COM UM ANJO” COM GRENER

 30 de janeiro de 2012

Ellen se superou ao nos entregar esta transcrição poucas horas após a gravação. Na transcrição Grene discute sua vontade de levar um grupo de cerca de 20 terrestres a bordo de sua nave mãe, a Netuno, neste sábado (04 de fevereiro 2012) para uma viagem de dez dias para as estrelas – e de volta!

Se não acontecer, vocês podem enviar minha correspondência para o Himalaia. Se acontecer, então nós revelaremos.
Os governos do mundo tiveram sua chance e agora é a nossa vez de fazer o caso acontecer.

Programa “Uma Hora com um Anjo”, com Grener de Ashira, Presidente do Conselho Intergaláctico

30 de janeiro de 2012

Graham Dewyea: Olá e bem-vindos a Uma Hora com um Anjo, um programa de rádio semanal com Linda Dillon, o canal de Council of Love, e Steve Beckow, editor do 2012 Scenario, que fará as perguntas.

Nesta noite temos um convidado especial, Grener de Ashira, da Netuno, o Presidente do Conselho Intergaláctico. E então, com isto, passo para você, Steve.

SB: Muito obrigado, Graham e boa noite, Grener.

Grener: Boa noite e obrigado por este convite surpreendente e agradável de falar para as pessoas do mundo.

SB: Obrigado por vir. E, Sr., como devo tratá-lo? Porque você é o Presidente do Conselho Intergaláctico, e parece meio estranho eu tratá-lo como Grener. Como devo tratá-lo, por favor?

G: Eu gostaria que vocês me chamassem de Grener.

SB: Certo.

G: Eu gostaria que *todos* vocês me chamassem de Grener.

SB: Certo.

G: Sim, eu sou o Presidente do Conselho Intergaláctico e é meu cargo e título para esta época. Mas nós sabemos que essas coisas vêm e vão. Mas eu sempre serei o Grener. Antes de ser o Presidente deste Conselho Intergaláctico, eu era o Comandante-Chefe das Forças Unificadas das Galáxias Exteriores, o que vocês consideram as frotas estelares. E as pessoas ainda me chamam de Grener. Então eu me sentiria honrado se vocês me chamassem assim, também.

SB: Certo, Sr. E você é de Netuno, mas Netuno em nossa dimensão não parece capaz de apoiar a vida, até onde sei. De qual dimensão você está falando conosco?

G: Estou falando com vocês – digamos, estou me reunindo com vocês na quinta e na sétima dimensão. Eu sou da décima primeira e da décima segunda dimensão. Agora, há muito, muito, muito tempo havia uma forma de vida em Netuno e ele sempre foi um dos meus lugares preferidos.

Mas se trata também de uma referência ao nome da minha nave, a nave em que eu resido e tenho residido há muito tempo e ela se chama Netuno.

Normalmente vocês nos chamarão… muitos de nós, conforme vocês passarem a conhecer seus irmãos e irmãs estelares e os diferentes membros do Conselho Intergaláctico, vocês irão saber que nós somos chamados pelo nome de nossa nave, porque ela é o nosso lar.
Então, sim, nós podemos viajar interdimensionalmente. Isto não é um problema. E é isso exatamente que temos feito, realmente, para viajar para a Terra. Então, aqui estamos nós.

SB: Bem, obrigado, Sr.. Estou correto em assumir que você pediu para falar aos nossos ouvintes esta noite, que você tem algo que deseja discutir com eles?

G: Eu quero que eles comecem a entender mais conscientemente o que está acontecendo no quadro maior. E, sim, eu tenho uma mensagem para seus ouvintes. Você concordaria se começássemos com uma pequena explicação do Conselho Intergaláctico? Pois não creio que ele seja algo a que todos os seus ouvintes e leitores estejam familiarizados.

S: Por favor, explique, Sr..

G: Explico porque há muitos paralelos para esta situação que está acontecendo agora na Terra. Dezenas de milhares de anos atrás, muitos de vocês se lembram das guerras intergalácticas. E se vocês não se lembram, então, isto é uma dádiva, pois não é nada para ser lembrado afetuosamente.

Foi um tempo de grande devastação, de destruição, um tempo em que muitas das situações e paradigmas que se tornaram tão prevalecentes no seu planeta Terra, em Gaia, foram espalhados por muitos universos. A guerra apresentou seus efeitos. E muitos planetas, e claro, tudo neles, foram destruídos. E houve muita confusão e ódio, intolerância. E aconteceu o que vocês considerariam como genocídio.

E então o primeiro Conselho Intergaláctico foi formado. E eu acrescentaria que ele é o modelo usado para a criação de sua ONU, e muito antes, da Liga das Nações. Pois não é um conceito novo, vocês sabem. Por um longo tempo, eu diria milhares de anos, as feridas da guerra levaram um longo tempo para curar. Mas a luta parou e as mortes pararam. O derramamento de sangue parou. E o que passou a acontecer foi o desenvolvimento da tolerância e compreensão entre as pessoas de galáxias diferentes – de universos diferentes em alguns casos.

E então, o que começou como mera tolerância tornou-se valorização, valorização intercultural. Nós desenvolvemos meios para resolver as diferenças e para valorizar as diversidades sem ter que recorrer à violência. E o propósito principal, no que chamamos de primeiros anos, era que a guerra e a violência de uns contra os outros cessassem.

Mas isto cresceu e floresceu. E sim, por isso nós temos muitíssimo o que agradecer ao nosso amado Arcanjo Miguel, pois ele foi essencial ao nos ajudar com muito deste empreendimento.
(Pausa para fechar a porta e eliminar ruídos)

Eu não acho que esse cão é de Sirius. 
(NT: Sirius significa “Cão Maior”)

O que aconteceu com o nosso Conselho Intergaláctico é que ele se tornou uma forma de reciprocidade, de compreensão, de cooperação, de intercâmbio, de comércio, de ciência, de medicina, de cura. E nós começamos a honrar e respeitar nossas diferenças. E nós crescemos exatamente da mesma forma que todos na Terra estão crescendo e mudando.

Agora, treze dos seus anos atrás, a Terra foi convidada a assumir seu lugar na mesa, a assumir seu lugar como membro do Conselho Intergaláctico. E isto marcou a maturidade para a Terra. E nessa época o que aconteceu foi que nós entramos em contato com quem vocês considerariam os líderes políticos.

Foram enviados comunicados, foram feitos convites. Mas aqueles que aceitaram o convite, e o primeiro ser que se senta nesta mesa conosco, como um representante da Terra e como chefe da sua delegação, é Wakanataka (*Wakan Tanka?* Nota: *Wakan Tanka* é Grande Espírito ou Grande Misterioso em Lacota). E é um ser muito antigo – e percebam que eu não disse “espírito” – pois ele é o ser que zela por aqueles que têm zelado pelo fogo do Conselho de Gaia.

E durante esse tempo de iniciação e de recepção de seu planeta neste Conselho Intergaláctico, também houve uma mudança daqueles que zelam por este fogo do Conselho de Gaia, que sempre foram seres terrenos anciões.

*Agora* não mais é assim, pois alguns deles uniram-se a nós e alguns de nossos seres estelares – seus irmãos e irmãs estelares – agora zelam e cuidam da chama da vida, esse fogo do conselho, o coração de Gaia. Então foi grande a transição que ocorreu.

Agora, nós não queremos dar a impressão que tudo isto foi feito em um nível espiritual.

Ser membro deste Conselho passa a ser visto e aceito como uma honra, mas também como uma responsabilidade muito real.
Não havia nenhum líder político – o que vocês poderiam considerar como político – naquele dia que estivesse preparado para dar um passo à frente e anunciar a qualidade de membro, o que vocês considerariam como a Revelação, e para verdadeiramente participar da plenitude da qualidade de membro do Conselho, o que teria significado – e significará, a propósito – a plenitude de compartilhamento, de intercâmbio, de comércio.

Agora, as frotas que pairam acima do seu planeta – e há muitas – estão relacionadas conosco, porque todos esses seres, todas essas culturas, todos esses planetas, todas essas galáxias têm representantes no Conselho. Mas nós não as controlamos ou procuramos controlar as várias frotas. Mas a regra de cooperação em todo o território do Conselho Intergaláctico, por assim dizer – é a de paz, de cooperação, de não agressão, de não violência – e de amor.

Estes são nossos princípios de orientação, e esses são os princípios que nós aprendemos durante milhares de anos a colocar em aplicação muito prática.

Agora vocês estão presentes na mesa. Meus irmãos e irmãs da Terra, vocês estão presentes nessa mesa.

E nem houve verdadeiramente uma recepção oficial.

Então esta é a primeira coisa que eu gostaria de fazer nesta noite, receber cada um e todos vocês. Sim, vocês são cidadãos da Terra, vocês são filhos de Gaia, mas vocês também são nossos irmãos e irmãs de amor. E nós nos posicionamos perto de vocês para participar, ajudar, assistir – não, não um auxiliar alienígenas, mas como iguais. Como iguais.

E esta é a coisa que tanto em seu planeta e principalmente aqueles em posições políticas que anseiam tanto manter o poder, não percebem totalmente, nem que nós viemos em paz, que nós viemos e pedimos para sermos tratados como iguais.

Nós não temos planos – e eu falarei também em nome das frotas nesta questão. Nós não precisamos dos seus recursos. Nós não precisamos de sua generosidade, nós não precisamos do seu alimento, nós não precisamos da sua água, nós não precisamos dos seus minerais, nós não precisamos e não procuramos tirar nada do que está na Terra.

E nós com toda certeza não desejamos jamais impor nossa vontade, nossas crenças ou nossos pontos de vista ao coletivo. Mas o que nós desejamos fazer é compartilhar nossos pontos de vista, compartilhar nosso conhecimento.

Agora, temos feito isto através deste Conselho e através da sua participação – porque vocês não estavam ausentes, vocês eram totalmente representados – e nós temos um acordo, o que vocês às vezes pensam como (fábricas?), e nós começamos a compartilhar conhecimento intergaláctico e galáctico estelar em seus sistemas de informação, em sua tecnologia, naquilo que vocês consideram como medicina e cura, em sua cultura e sua música, em todos os sons que seus ouvidos são capazes de captar.

Mas é hora. É por isso que eu vim esta noite. É por isso que tenho cutucado pra cá e pra lá. Nós respeitosamente pedimos a todos os terráqueos, a todos os seres humanos, a todos os irmãos e irmãs de Gaia para reconhecer sua qualidade de membro deste Conselho e nos reconhecer, seus irmãos e irmãs das estrelas.

Vocês estão num quadro de tempo muito veloz, e vocês têm ouvido isto de alguém que é ancião, alguém que pensa em termos de milhares de anos. E nós sabemos – nós ouvimos em suas transmissões também, vocês sabem, e nós sabemos – esta ampla discussão a respeito de tempo e datas.

Não estamos pedindo uma data. O que estamos pedindo neste dia e nesta hora a cada um de vocês é para reconhecer não apenas nossa presença, mas a sua presença conosco, nós podemos mudar sua participação neste Conselho, neste Conselho Intergaláctico, para o próximo nível.

Nunca houve a intenção de que vocês fossem um sócio mais novo. Estamos ansiosos para ajudar. Nós sabemos sobre a Ascensão e nós sabemos sobre a mudança. Mas o que nós realmente somos bons é em amar. E é isto que nós desejamos compartilhar com vocês. E nós não podemos entender por que alguém diria não.

Se vocês têm suspeitas e medos, falaremos sobre eles e vamos resolvê-los – com mediação, com comunicação e com os corações abertos.

Nós não viajamos tanto e nem nos posicionamos e trouxemos o Conselho, até aqui, simplesmente para sermos observadores.

Somos observadores do que está acontecendo em seu planeta já por muito tempo. E nós temos mantido o próprio planeta, Gaia, numa bolha rosa por muitas, muitas décadas, para que quando os eixos e suas capotas polares quisessem mudar, eles se mantivessem intactos.

Quando os oceanos quisessem se separar, eles se mantivessem intactos.

Mas até isto está sendo retirado, porque vocês se graduaram.
Vocês assumiram a responsabilidade por vocês e pelo seu amado planeta
.

Mas por que vocês desejariam ficar sozinhos? Vocês são um e vocês são uma parte de uma galáxia magnífica, mas existe muito mais. Então é hora de cada um de vocês começar a Revelação.

Sim, vá em frente, Steve.

SB: Você levantou muitos tópicos que eu queria abordar com você. Nós humanos também estamos ansiosos pela revelação, e nós estamos ansiosos para nos encontrar com você. Então eu tenho um pedido a lhe fazer. Não tenho certeza se você já sabe do meu pedido, ou sabe que tenho planejado lhe fazer um pedido. Você está ciente disto?

G: Eu sei que você tem pensado muito diligentemente sobre como esta oportunidade de união pode acontecer. E eu estou com você nisso.

SB: Obrigado. Ah, muito bom. Bem, eis aqui meu pedido. Os governos estão no “vai, não vai” quanto à Revelação, e frequentemente nós, como indivíduos, pensamos, bem, não há nada que possamos fazer. Mas de fato há algo que podemos fazer.

Nós lhe pedimos que receba vinte de nós, que nos leve a bordo de sua nave mãe, que nos apresente ao Conselho e a Ashtar e a outros de seus oficiais, talvez até nos leve em uma viagem a Sirius ou às Plêiades ou a Netuno ou a Arcturo, e então nos traga de volta à Terra para que nós possamos impulsionar a Revelação . Você aceitaria esta proposta?

G: Sim. Sim, eu aceito, em nome de todo o Conselho Intergaláctico e sim, eu aceito em nome das Forças Unificadas das Galáxias Exteriores, e isto incluiria o Comando Ashtar.

SB: Obrigado.

G: Nós já pensamos sobre quem preferiríamos, porque muitos de vocês têm estado consciente e in – (isto é, inconscientemente) a bordo das naves de nossas frotas. Mas seria bem mais apropriado que vocês visitassem a nave mãe. E eu lhe sugeriria Netuno que é linda – é uma nave linda. E o que nós também sugeriríamos é que o mínimo seria 20. Mas sim, nós… nós… eu o ajudarei, minha equipe o ajudará a coordenar isto.

SB: Certo. Obrigado. Eu – nós – discutimos antes sobre isto e não mais do que 20 pessoas se apresentaram imediatamente. Eu ficaria muito feliz se mais pessoas se juntassem a nós. Agora, tenho certeza de que você sabe que nós discutimos vários planos. Nós discutimos a Revelação e o Programa de Abundância e o que vocês têm, e nós lidamos muito com o termo “em breve”, e eu acho que muitas pessoas estão um pouco cautelosas sobre fazer planos que poderiam acontecer “em breve”. Por favor, poderíamos ter de você uma data definida em que começaríamos esta viagem, para que possamos planejar?

G: Nós podemos fazer isto na sua terminologia – porque nós sempre estamos em alerta máximo, você sabe – nós podemos fazer isso basicamente imediatamente. Nós contataremos os humanos que sabemos que estão (bem posicionados, que estão no topo dos 20 que Steve comentou) – e nós lhe avisaremos quem são eles – quem está mais bem posicionado.

Então o que quero dizer com isso é que nós vamos perguntar quais não hesitariam após a volta em sentar com a mídia e criar uma presença crível.

E então, sim, vamos começar isto imediatamente. Então quando dizemos “imediatamente”, isto não precisa ser traduzido. Nós podemos começar ainda nesta semana.

SB: Certo. E para o benefício das pessoas que possam estar envolvidas – eu já falei das 20 pessoas da… então 20 do total – poderíamos dizer que essa viagem começará no sábado? (NT – 03/02/2012)

G: Sábado é um bom dia.

SB: Sábado é um bom dia? Certo. Então nós nos prepararemos para isso e nós assumiremos que você incluirá outras pessoas…

G: Sim, e garantir que as famílias deem licença para que não temam o fato de seus entes queridos desaparecerem.

SB: Certo.

G: Eles só tirarão umas férias, umas férias curtas.

SB: Realmente. E eu acho que esta será a melhor contribuição para a Revelação que nós, como seres humanos, poderíamos possivelmente fazer.

G: Sabe? Nós fizemos algo bastante parecido muito tempo atrás. Nós os levamos (?) a quadrantes diferentes e especialmente quadrantes que foram devastados pela guerra. E assim que eles tiveram a experiência, ela os mudou permanentemente e eles se tornaram os mais fortes defensores da paz e cooperação. Então não fiquem surpresos quando virem o (Arcanjo) Miguel mostrando o caminho.

SB: Ficarei feliz por ver Miguel.

G: Sim. Ele sempre fica feliz por ver você.

Continua….
_______________________________________________________________________________________________

Este programa foi comentado em duas mensagens postadas anteriormente nos Blogs Sintese e De Coração a Coração, por isso, resolvemos traduzir a mensagem que foi passada neste programa de rádio.
As mensagens, onde esta mensagem é comentada, podem ser lidas aqui:

De Coração a Coração: ARCANJO MIGUEL – A VIAGEM DA HUMANIDADE PARA AS ESTRELAS ARCANJO MIGUEL – A HORA DE UNIR É AGORA

SINTESE ARCANJO MIGUEL – A VIAGEM DA HUMANIDADE PARA AS ESTRELAS ARCANJO MIGUEL – A HORA DE UNIR É AGORA

Fonte da mensagem original aqui

Tradução: SINTESE para os Blogs SINTESE e DE CORAÇÃO A CORAÇÃO http://blogsintese.blogspot.com/
http://stelalecocq.blogspot.com/

Por favor, Respeite os Créditos

Anúncios

Autor: Gerson

Este blog foi criado com a intenção de apresentar a ascensão da Mãe Terra e dos seres que nela habitam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s