ASCENSÃO PLANETÁRIA

AMIGO LEITOR!!! Nossa missão aqui é apenas de divulgar a "Ascensão" do Planeta Terra e dos seres que nele habitam. Não temos a menor intenção de impor ou convencê-lo de qualquer assunto aqui tratado. Deixamos claro que não se trata de nenhuma seita ou religião e também não discriminamos ninguém, quer seja por raça, partido, opção sexual ou religiosa. A principal intenção é de informar, ao amigo leitor, sobre temas e assuntos que, em nossa opinião, entendo serem tão importantes e necessários, e que num futuro muito próximo, poderá lhe ser útil. Pedimos apenas que use seu discernimento o máximo que puder, meditando, analisando e, por que não dizer, questionando o que aqui vier a ler…. SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS E FIQUEM NA LUZ !!!

Matias de Stefano – Uma aula de amor…

6 Comentários

Este é Matias de Stefano, considerado um “jovem índigo”.

Os índigos são um fenômeno: seres nascidos desde algumas décadas na Terra com uma missão de nos preparar para mudanças que ocorrerão no nosso planeta nos próximos 100 a 150 anos. 

 
Desde que ele nasceu, surpreendeu os pais, amigos e a todos que o conheciam, pelas coisas que falava. Quem assiste à suas palestras logo pensa, “esse rapaz ainda não tem tempo suficiente de vida para saber tudo isso, não é possível”. 
 
Mas tem. Basta ouví-lo para perceber que Ele já veio com uma bagagem.
 
Ele declara com energia e simpatia que a sua missão é de um bibliotecário dos “registros akáshicos” que contém toda memória do conhecimento universal. A “internet de Deus”, como diz brincando. Um tipo de sabedoria gnóstica, neutra, que ele acessa de outras vidas. Ele então nasceu aqui e veio nos dar uma ajudazinha para enfrentarmos o que vem por aí nos próximos 150 anos. Parece que não vai ser fácil, mas ele é otimista…
 
Sua missão está também ligada a um projeto mundial revolucionário na área de educação, chamado “Educação Proibida” que breve será mostrado no Brasil.
 
Curiosamente as suas informações, dados e datas coincidem com as de um internacionalmente respeitado arqueólogo, estudioso sério, e criptólogo peruano, o maior conhecedor e colecionador de fatos e livros da vida, obra e profecias de Nostradamus, e fora desse circuito leviano e mercenário da mídia. Os dois usaram a Bíblia e outros livros sagrados, inscrições e monumentos das tradições inclusive pré diluvianas para lastrearem suas afirmações. Seu nome é Daniel Ruzzo. Falaremos em breve dele também.
Eis a Palestra Transcrita:
 
 

MISSÃO

 
“ – Obrigado… Bem… Como posso me apresentar? Sou simplesmente alguém que foi enviado como todos para colaborar com esse processo através da informação “neutra” deste universo, e o que estou fazendo no momento é organizar essa informação, que todo mundo já tem de certa forma, e que creio ser importante para organizar as idéias que temos sobre esses tempos atuais.
 
Nesses períodos tenho uma missão de explicar isso de uma maneira sensível: objetivar entrelaçar toda a informação que os humanos já sabem, e que esta um pouco solta, mas a partir da “neutralidade”. Por isso digo que às vezes sou muito teórico, pois trabalho a partir da biblioteca cósmica, os registros askáshicos – a internet de Deus – Então nesse nível de informação está a neutralidade e portanto o que aqui entendemos como bem, mal, obscuridade, luz … É simplesmente uma reação que se extrai do universo. Não é uma verdadeira luta, mas sim um processo.
E por isso começam a enviar alguns seres para que expliquemos isso a partir da neutralidade e para que se vá unindo tudo isso, para não se ter rancor quando velho, e não se idealizar o futuro, e viver o presente de um outro ponto de vista mais funcional, geométrico e vibracional do que “Pai” (aponta para cima…) e todas essas coisas, e ir integrando todos esses ponto de vista.
 
COMO FOI ESSE PROCESSO?
 
Essa informação foi chegando desde que eu era pequeno, não através de livros, internet e nada disso, mas através de “golpes informáticos” dentro da minha cabeça, através tanto da conexão comigo mesmo como com outros seres que estão em outros níveis, e toda essa informação, no princípio, chegava em pacotes muito grandes para que pudesse colocar em palavras. E demorei muitos anos sem poder encontrar as palavras para explicá-las.
 
Essa informação é geral e a obtive através da recordação e não através de livros ou qualquer outro veículo corrente de informação. Cada vez que queria buscar informação para corroborar se era certo o que estava recordando acabava me confundindo mais do que já estava. Então preferi nunca ler mais nada e ficar só com o que tinha.
 
A princípio, dos três aos onze anos, havia seres que me explicavam como me relacionar com a matéria. Depois a partir dos doze anos eles mesmos me disseram que eu ia passar a recordar coisas e que tinham que estar presentes aqui e me ajudar com todas essas coisas que me ensinaram até os onze anos.
 
Bem, e assim foi. Comecei a recordar tendo enxaquecas muito fortes aqui atrás e que traziam lampejos de imagens. Essas imagens vinham junto com som, como uma coisa assim, e nunca eram muitas palavras, mas sim imagens e som que traziam um montão de informações. Algumas vezes ficava só com a dor de cabeça.
 
Não podendo processar essas informações. E um momento que recordo, aos quinze ou dezesseis anos foi como me introduzisse uma espécie de chip informático, uma espécie de luz e que foi como um arquivo geral.
Desde três anos atrás eles só aparecem nos dias em que são absolutamente necessários e dizem o que fazer. Desde três anos atrás bloquearam minhas recordações de informação e me disseram que agora teria que passar a uma etapa seguinte que seria a de humanizar-me. Desconectaram-me para que vivesse a vida totalmente humana e terrena porque senão eu não poderia trabalhar em público pois teria medo de gente.
 
Então me desconectaram para eu ter a experiência humana sem relação com nada do outro plano. Recentemente me disseram que tinha que começar a falar porque já estava preparado para me relacionar com as pessoas.
 
Então desde então estou falando… Mas quando terminar esse período de me comunicar, que será depois dos meus 24 anos, me disseram que talvez deixarei de falar às  pessoas para fazer outro trabalho durante uns tantos anos até poder falar outra vez. Quer dizer que em um ano continuarei ligado à Terra porque me acostumei a ser uma pessoa humana.
 
A CRIAÇÃO DO UNIVERSO
 
Foi aos dezesseis anos que me introduziram um arquivo e assim pude me recordar outra vez, como antes de nascer, como era antes que a matéria existisse. Porém não de uma forma ordenada, mas foi do modo em que as coisas se sabem nesse nível. Então, quando chegou, pahh! Em cinco minutos. Foi terrível. A forma mais horrível de recordar isso. Comecei a sentir dor, e todas as minha emoções juntas. E depois: – Plenitude.
 
Uma coisa espetacular! É como se todas as sensações formassem uma só. Inclusive sentia felicidade por poder sentir dor e medo. Estranho! Como que me emocionava por poder sentir tristeza. Uau! Você esta triste! Muito estranho…
 
E tudo se deu em cinco minutos. Essa foi a forma em que agora posso explicar as fases universais e de como começaram as coisas até a formação da matéria. É muito difícil explicar com palavras. Por isso utilizo muito “Power Point” para mostrar em imagens porque ajuda muito mais a compreensão.
 
No princípio era um todo, um tanto tão demasiado que não se podia nem perceber. É o que chamam: o NADA, que é o TODO.  Sim, que é o MUITO. Não existe nem a luz nem nada disso. É tudo muito frio na forma em que me recordo no princípio. 
Porque falo de dimensões movendo-se de um lado para outro gerando movimentos cíclicos que fazem com que surjam vibrações de CALOR, e assim todo o universo começa a mobilizar-se, a expandir-se, ganhando um caos energético em que energias colapsam colidindo-se, explodindo e gerando uma quantidade de energia que até aí se resumem em ESPÍRITOS movendo-se gerando uma onda que gera o SOM. 
 
Esse SOM começa a mobilizar todo o universo e esse movimento é o que se chama de AMOR. Esse amor colapsa em um grande CAOS que termina por gerar uma grande energia que são as ALMAS e essas almas explodem gerando a LUZ, as cores e esteios que geram a FORMA. A forma vai se modificando em diferentes reflexões e essas reflexões diferentes colapsam em um só ponto que se chama – A FONTE UNIVERSAL – E quando explodem geram tanta quantidade de energia que essas formas se condensam e a mesma energia que antes era sutil, LUZ e SOM, passa a ser FORMA FÍSICA através dos quanta, prótons, nêutrons …
 
E foi como… Esse é o resumo… Mas não há maneira de explicá-lo…Melhor é fechar os olhos e vê-lo dentro, que melhor se poderá explicá-lo.  E isso foi terrível em cinco minutos. Recordar estar aí com todos os movimentos, as sensações de que nada durava do que estava se passando, tudo estava perfeito, não havia formas, tudo eram vestígios, pontos… É muito diferente disso que se conhece aqui. E somos só uma projeção disso.
 
A DINÂMICA DO UNIVERSO.
 
Porque o Universo não é uma questão de luz e paz; o Universo é uma questão de experimentação. O Universo se move constantemente. Não lhe importa se é para o “bem” ou para o “mal”. O importante é que se mova e que esteja em equilíbrio.
 
Obviamente nós entendemos que no equilíbrio está o BEM. Mas é necessário manter essa consciência de aceitação total e não sermos tão egoístas a ponto de querer que o mundo seja o melhor planeta do sistema universal.
 
Mil pessoas especiais (ligadas à sexta dimensão) só podem mudar a vibração da Terra se os restantes 7 bilhões de habitantes lhes derem permissão.
 
Senão somente a própria Terra poderá fazer essa mudança de vibração, e não esses mil habitantes especiais. A capacidade existe. Somos co-criadores. Eu agora mesmo posso co-criar qualquer coisa que queira.
Mas, se somos conscientes de todas as leis universais, vamos nos dar conta que na realidade não é tão necessário. Tudo o que estamos vivendo é porque imprimimos em nosso desejo que seja assim. Nós mesmos. Não porque outros nos dizem. Mas nós mesmos dizemos que temos que estar neste nível para colaborar neste nível, vibrar neste nível, praticar neste nível.
 
O que temos que fazer com este nível é elevá-lo. Mas não fazer com que nossa idéia sobre esse nível se concretize para outros quando os outros não estão preparados para a realidade que nós temos aqui. Isso é como querer ajudar a outra pessoa a que chegue ao nosso nível de vibração: Senta-te e medita… medita… concentra-te…. medita… Mas cada pessoa tem sua própria respiração, sua “kundalini” e todo um processo de energia que não pode ser ensinado. Podemos fazê-lo morrer pela hiper ventilação, porque não estava preparado para fazer esse tipo de meditação que te leva a outra dimensão. Isso é o respeito!
 
Esta bem: ascender, vibrar e tudo o mais. Mas respeitando os outros não os forçando a fazer coisas. E por mais que sejamos co-criadores temos que respeitar até onde podemos levar os outros seres humanos nessa co-criação.
 
2012
 
2012 não é nada novo é um processo natural. Para nós é novo porque estamos aqui agora, então nos parece ser único e o maior porque vai acontecer, mas na realidade já aconteceu várias vezes na história. Não termina com nada, simplesmente transforma o que há, e já começou. 2012 é apenas uma data que diz que agora se está vivendo dentro do processo que já começou há cinquenta anos. Então já estamos dentro do processo de transformação.
 
Muitos países já o estão notando, muitas pessoas já o notam e há algumas pessoas que já passaram pelo processo de transformação. Mas se deve ter em conta que 2012 é um processo planetário, solar e galáctico, não humano. Nós estamos dentro dele.
 
Nós como humanos somos novamente tão egoístas que queremos que tudo passe por nós: o aquecimento global, a mudança de 2012, o Apocalipse… É tudo culpa nossa. Dessa forma acreditamos que essas mudanças acontecem num período em conformidade conosco: um ano, meses…
 
Mas na realidade não é normalmente assim. É uma mudança planetária. Portanto a transição que é esse 2012 não é um dia nem um ano mas sim duzentos anos, que começou em 1950 e vai terminar em 2150. Portanto nós estamos no meio. Portanto nós somos agentes dessa transformação, se somos conscientes, ou, bem… elementos dentro dessa transformação se não formos conscientes.
 
Mas todos tem que passar por uma transformação que não se dará em 2012 exatamente, mas sim quando cada pessoa esteja preparada nesta vida para se alinhar com a direção do planeta e do sol nos próximos cinquenta anos. Por isso é que devemos viver mais relaxadamente.
 
Não há nada de que se ter medo. Se tiver que ter medo que seja de qualquer coisa, mas disso não. Porque isso vai ser como qualquer coisa. A humanidade já passou por guerras mundiais, guerras civis, catástrofes naturais… A vida segue e 2012 não é o fim de nada, mas sim uma transformação.
Se ficarmos todos dependentes do que vai passar, o que vai passar talvez não passe. Então é melhor viver relaxadamente.
 
2013 – TORMENTAS SOLARES E CATACLISMOS
 
Esse é o prazo – 2013. Em 2013 é um começo em que o sol já começa a marcar mudança do que sucedera sobre a Terra. Então por isso mesmo é provável que entre 2013, 14, 15 e 16 haja fortes tormentas solares que façam com que colapsem os sistemas sobre a Terra. Sim, já começaram. Já começaram também com cataclismos: Japão, Chile … Que fizeram com que se movessem todos os sistemas para que se reimplante o que esta nascendo e o façam diferente.
 
E como estamos num mundo denso, as ferramentas para os destravar são também densas. Então é provável que o sol favoreça as grandes mudanças que terão que vir mais adiante se a sociedade não se adaptar a essas mudanças.
 
AS MUDANÇAS DO SOL – UMA POSIÇÃO DA CIÊNCIA
 
A sociedade dos seres humanos não pode egoisticamente deter essas mudanças. Porque há muitos que querem fazer algo para que isso se detenha e seja pacífico. Mas há muitos que necessitam vive-lo fortemente. Então não podemos intervir nisso. A única coisa que temos que ensinar é que se aprenda a fluir nisso para que não nos prejudique. Ou seja: não para que não suceda, mas para que sigamos em conformidade com o processo. Isso é o mais importante. Não é impedir que suceda. Tudo deve suceder até o negativo. O importante não é que suceda ou não mas sim como tomemos o que suceda.  Isso vai ser claro nos próximos tempos e JÁ.
 
MUDANÇA DOS POLOS MAGNÉTICOS DA TERRA
 
Os polos magnéticos da Terra vão se mover como tem sempre se movido. Há trinta mil anos atrás o polo norte era na Antártica e em 50 anos vai voltar a ser na Antártica. Isso vai implicar em uma mudança muito forte em todo o eletromagnetismo do planeta. Como isso nos pode afetar?
 
Podem aparecer mais enfermidades ou se podem curar muitas enfermidades; pode haver a ativação de uma espécie de bipolaridade por certo período de tempo em muitas pessoas, porque em nós serão remanejados magneticamente os dois polos cerebrai até que se reacomodem outra vez. Pode ser que haja um período em que percebamos outras realidades e nos fechemos a outras realidades, dependendo do estado emocional em que estivermos. Bem, também se podem reativar os genes que estão bloqueados, potenciais que estão bloqueados.
 
Muita gente se vai sentir mais ativa, outros que vão sentir cada vez mais sono. Vai haver como uma coisa muito mais abrupta nessa mudança magnética. E o câmbio de polos físico não se vai dar assim, mas que vai haver um câmbio de polos físico muito leve.  Agora se estão movendo por cada terremoto que ocorre e vão seguir movendo-se cada vez mais no futuro, até que… Não sei exatamente onde, mas é bem provável que o equador passe pelo Chile e Argentina no futuro. E não mais pelo atual Equador.
 
A CRISE ECONÔMICA
 
Bem, não sei se as pessoas tem em conta que a Terra tem todos os 7 chakras básicos, e depois tem mais (outros). O chakra do coração da Terra é a Europa, o continente europeu, o chakra do coração da terra, é o que impulsiona tudo o que vai surgir. Esse continente também é o que organizou todo o sistema econômico que hoje maneja o planeta terra. Por isso mesmo há a comparação de que o sistema econômico que temos hoje é como o coração. Dentro de nosso corpo o sistema econômico é o coração. Então o sangue são os “bens” que o coração faz circular e o corpo é a sociedade.
 
Em 2008 sofremos, em todo o mundo, uma embolia. E provavelmente em 2013 soframos uma parada cardíaca. Por que? Porque todo o sangue está indo para o coração. Quer dizer, para os bancos, que hoje é o “coração” do sistema atual, para onde vai todo o “sangue”. E o problema dos bancos é esse mesmo, que todo o “sangue” se concentra ai. Todo o “sangue” vai trabalhar ai dentro. E quando todo o sangue vai ao coração, se colapsa uma parada cardíaca. E isso é o que esta se passando no sistema humano. Esta havendo várias paradas cardíacas e vai haver uma muito grande, e a isso teremos que nos adaptar.
 
Quando se termina o sistema econômico com que estamos trabalhando hoje, que provavelmente não se termina de um dia para outro, mas quando terminar, o que temos que intentar é que o “sangue” volte a circular, porque senão a sociedade morre.
 
O “sangue” pode ser entendido como dinheiro ou como bens físicos ou o que seja. Mas tem que circular algo. Para tanto quando ocorrer a queda do sistema financeiro, sobretudo desse sistema atual que não funciona, não se assustem, por mais que o vamos sofrer na flor da pele.
 
Senão que… Como uma vez escutei que os chineses usam a mesma palavra para crise e oportunidade… Pois é isso: “Oportu-crise” Quando ocorrer a parada cardíaca vão vir os que farão a desfibrilação e aí vai surgir outro novo sistema. Vai ser lento, mas vai surgindo e devemos nos adaptar. E obviamente vai custar mais aos EUA e à Europa, mas todos nós vamos ter que viver isso”.
 
O VÍRUS HUMANO E A “FEBRE DA TERRA”
 
Os humanos quando se “drogam” são um vírus. Quando estão nessa confusão mental são como um vírus para o planeta terra. O que vem fazer os “seres da neutralidade” é simplesmente avisar que, como são um vírus, o corpo que habitam mais cedo ou mais tarde acabará desenvolvendo uma febre.  E quando seu corpo (Terra) tiver febre vão morrer, e sobreviverão só os mais fortes.
 
Mas não pode vir um médico – e esse é o mal da medicina – e dar lhe uma injeção e eliminar todos os sintomas. Porque ao se eliminar os sintomas não se termina a enfermidade. Acumula-se! E se acumula mais e mais e mais… E quando a enfermidade voltar voltará mais forte. E quanto mais se der injeção mais forte ela voltará.
E é por isso que vem os glóbulos brancos tentar fazer isso lentamente, tranquilamente, debatendo, e ver como podemos fazê-lo todos juntos. E uma vez que se chegue a um consenso então vamos bem. Senão vem a febre. E a febre hoje se chama “aquecimento global”, o caos na atmosfera.
 
A culpa não é do humano, é totalmente natural. Mas, é um vírus. E o que faz esse aquecimento é começar a mostrar às pessoas que elas estão um pouco “bêbadas” dentro desse “ônibus” (planeta). E que pensem em abrir as janelas para que se respire. Pelo menos isso. Já é um passo.
 
O Universo tem um montão de tempo para fazer as coisas. Há prazos. 2012 é um prazo, esta vida é um prazo. Mas há tempo. Aqueles que não puderem cumprir os prazos, podem, como eu digo, mudar de escola, ir para outro planeta. Não há castigo, não há inferno, nada dessas coisas. É simplesmente um aprendizado.
Aqueles que não puderem suportar a nova vibração da terra, deixarão a Terra. Mas será normalmente, não vão morrer catastroficamente. Vão morrer quando tiverem que morrer ou ascender; quem sabe?
 
POR QUE TEMOS QUE PASSAR PELA OBSCURIDADE?
 
Que aconteceria se não existissem as noites? Que aconteceria com nosso corpo? Haveria demasiada luz, nosso corpo não seria capaz de descansar e morreria cedo. A obscuridade faz com que o corpo, a matéria se relaxe. Que se centre, que se recalibre com toda a energia que recebeu no dia. Estar centrados aqui em nós mesmos.
 
Então o mesmo se passa em grande escala. Assim como nós a terra gira, temos dia e noite, e a galáxia também tem dia e noite. 13.000 anos de dia, 13.000 anos de noite. Um pouco mais, mas esta bem. Esses 13.000 anos de dia implicaram num montão de conexões, num montão de criações, num montão de coisas para a humanidade que fizeram um grande processo. Mas para que tudo isso não faça assim: (suba direto); porque a evolução não é assim: (só para cima);a evolução é assim:(cíclica – descontínua).
 
Esse é um outro conceito que deve mudar sobre a evolução. A humanidade tende a ir sempre pelo construtivismo, o que faz com que não o entenda.  A realidade se criou a partir de quando as galáxias explodiram. Então a DESTRUIÇÃO É PARTE DA CRIAÇÃO.
 
Por isso sempre temos que FLUIR nessas duas coisas. Se somente quisermos ir em direção ao positivo então o positivo acabará se transformando no pior que poderemos chegar a conhecer. Por isso o Universo sempre se move no infinito.
 
Tudo é o mesmo, mas em diferentes sintonias para que possamos experimentá-lo de diferentes maneiras e não nos estanquemos. Então, a luz nos alimenta, nos regenera, nos faz criativos e a obscuridade faz com que plasmemos tudo isso. A obscuridade em realidade não se criou para ser algo MAU. A obscuridade – em um primeiro momento – como a história de Lúcifer e Luzbel, se gerou como um projeto de densificar a matéria para plasmar a realidade em outra forma.
 
Outra coisa é que muitos se adaptaram totalmente a matéria e se tornaram totalmente obscuros e daí surgiu o MAL e todas essas coisas loucas que estão aqui se passando. Mas na realidade foi tudo por um projeto bastante positivo. A obscuridade é complementar à luz e é também necessária. Sim.
 
O QUE SÃO OS TRES DIAS DE OBSCURIDADE MENCIONADOS NO APOCALIPSE ?
 
O que são os três dias de obscuridade que é muito apocalíptico ? Eu tenho uma leve ideia ou imagem do que pode chegar a ser, mas não porque vejo no futuro, mas sim que me recordo da outra vez que sucedeu, há 12.000 anos atrás.
 
Há 12.000 anos atrás foi o fim  da Atlântida, que eu chamo de Efisium. Efisium foi um país, um império, quase que como é hoje os EUA e controlava quase toda a situação mundial e começou a cair, a desaparecer como um império e teve momentos em que todo o sistema colapsou. Quando o sistema colapsou houve por três meses uma obscuridade total.
 
Não sei se são três dias como os nossos ou três dias muito maiores nos quais se fala de que os sistemas que manejam a sociedade colapsariam por algum tempo. Não é que vão desaparecer, mas sim que vão colapsar durante algum tempo que provavelmente sejam três meses. Por isso mesmo se fala de três dias de obscuridade.
 
Isso o que é em função do que sucedeu. Também há outra situação, mas não creio que seja exatamente isso, que é quando passamos do nível de uma galáxia a outra há uma grande nebulosidade estelar que pode chegar a tapar os diferentes sóis e, portanto, algumas estrelas deixarão de brilhar até voltarem a brilhar outra vez. Mas isso eu não quero assegurar porque não sei se é o que exatamente deveria passar.
 
Senão que creio que teria a ver com esses dias ou meses em que falham todos os sistemas eletromagnéticos sobre os planetas.
 
COMO CONSEGUIMOS NOS PREPARAR PARA ISSO?
 
Vou dizê-lo de outra maneira. Essa idéia é que nós temos dentro (de nós)  toda a informação necessária de toda a nossa história e de tudo o que fomos e do que vamos ser. Temos os registros, os arquivos, de toda essa informação em nosso interior e podemos utilizá-la sempre que queiramos. Mas só podemos fazê-lo conscientemente e concretamente. A consciência não é um lugar onde podemos entrar e dizer: “Guias espirituais onde deixei as chaves do carro?” Ou coisas emocionais tais como: “Como poderei me enamorar?” Coisas assim não. Tem que ser coisas concretas que levem à evolução.
 
Há muitas maneiras de poder ingressar nesses lugares, a melhor é nos concentrarmos em nós mesmos e buscarmos nos conectar com nosso próprio interior. Seria muito extenso falar de como se chega a isso, mas o básico é se estar centrado em si mesmo, relaxado, tranquilo e escutando com os olhos e ouvidos fechados . Dessa forma podemos ir dentro do nosso corpo e fazer uma pergunta que talvez não se responda com palavras senão com ações fora do corpo ou através do gosto, olfato, audição, visão…
 
Essas respostas estão dentro; o único a fazer é escuta-las DENTRO E NÃO FORA. Fora também virão, mas é mais difícil de se saber entender, porque é matéria.
 
Respirar corretamente, alimentar-se corretamente e desfrutar do processo. Estar PRESENTE no processo. O resto, que cada uma saiba o que tem que fazer. Não há que se sair correndo para nenhum lado… Se se acredita que sim, então que vá correndo, se se acredita que deve armazenar alimento que o armazene. Mas em realidade tem que basear-se agora na plena intuição.
 
Vai haver muita informação que diga o que se tem que fazer e que coisas não se tem que fazer; o que se deve temer e o que não… Tudo isso de certa forma é totalmente certo, mas a Verdade é a única que dentre todas as verdades não ressoa. O resto não nos vai servir de muito.
 
Por isso mesmo o digo basicamente pela internet que tem mais informação. Estar atento, não ao que esse corpo, esse cérebro interpreta, mas sim ao que o estômago e o coração interpretam. Que isso é a ressonância. Depois daí cada um tem que fazer o que sente. Não há que se desesperar.
 
O PAPEL FUNDAMENTAL DO HOMEM NA MATÉRIA (3ª DIMENSÃO)
 
Nós aqui também estamos trabalhando para ajudar a compreender tudo. E somos o que estamos fazendo porque a terceira dimensão, isto (tock tock na mesa), é aglomeração de ao menos 22 dimensões. Quer dizer que nós somos o solo de toda a experiência. Se nós nos movemos tudo se move. Inclusive DEPENDE DA MATÉRIA:das plantas, das pedras, dos humanos, dos extraterrestres, dos intra terrenos, tudo o que nós fazemos no nível físico, todo o Universo depende disso. Porque nós estamos experimentando 22 dimensões em uma só e isso implica em muita responsabilidade.
 
O CONHECIMENTO ESPIRITUAL UNIVERSAL -QUAL O FIM PARA TUDO ISSO?
 
Ahhh! Se eu soubesse não estaria aqui. (risos). O fim de tudo isso é um pouco complicado pois que temos que entender algo que nos tem sido mal interpretado em toda a nossa existência, e é uma ruptura forte que temos que fazer com respeito às religiões que tivemos.
 
É que para nós esse Ser que chamam Deus – O Universo – é PERFEITO. E SIM ELE É! Mas há algo que não nos explicaram porque politicamente não os convinha, e era que ESSE SER TAMBÉM ESTA APRENDENDO. Nós estamos dentro de DEUS porque aceitamos ajuda-lo a aprender. Enquanto aprendemos Dele, Ele aprende de nós.
 
Somos uma simbiose celular. Portanto o FIM, ELE TAMBÉM ESTA BUSCANDO ENTENDER. A coisa é demasiadamente grande! Por isso mesmo não intento falar muito diretamente sobre isso. Se Ele soubesse tudo nós não teríamos porque estar na matéria.
 
É ESSA UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA DA TERRA?
 
Não. Há muitas. Há muitíssimos planetas mas a Terra tem algo muito importante em relação a pelo menos três galáxias ao se redor. Ou seja, demasiado. Porque em três galáxias há milhões de planetas que tem vida, não só a Terra. A diferença que tem a Terra com todos os demais é que na maioria todos puseram sua genética na Terra.
 
Então o humano, as plantas, os minerais e nós, obviamente, temos genética, história, cultura e tudo o que se possa imaginar de um montão de todos estes planetas que estão nessas galáxias ao redor e nessa também. Por isso a Terra é tão importante.
 
Porque não só movemos o solo de todos esses seres espirituais mas também em nosso corpo temos o futuro de um montão de raças. Nós como humanos temos uma grande responsabilidade com tudo isso e por isso tantos seres estão pendentes de nós, pois não podem fazer nada porque na matéria temos livre arbítrio. Então eles têm que esperar que digamos: “Bem vamos fazer algo”. E por isso demoramos tanto em fazê-lo.
Sim, há outros planetas que também estão num processo diferente de evolução, às vezes similar a esse, mas a única diferença é que eles tem no máximo duas genéticas, normalmente tem um governo mundial, não tem tantos governos, falam uma, duas ou três línguas em todo o planeta. Então não é como aqui. Aqui temos uma variedade de coisas, o que é magnífico.
 
Por mais que muitos queiram que não existam, que haja uma ordem, que não haja limites entre países que não haja diferentes políticas, que não haja diferentes economias; na realidade é isso que faz com que milhões de almas queiram nascer neste mundo: a biodiversidade, a diversidade cultural e filosófica e tudo o que existe neste planeta. É isso que faz este planeta único entre galáxias. Mas há milhões de outros planetas.
 
A TRANSIÇÃO
 
São 200 anos de mudança e na verdade há muitas coisas que podem acontecer. Em duzentos anos se passaram tantas coisas antes, e o mesmo se vai passar adiante. Portanto não saberia dizer concretamente em que precisamente. Mas em duzentos anos é muito provável que, por exemplo:
 
Geograficamente mudem muitas coisas. Não porque se acabem os continentes, mas muitas ilhas podem desaparecer, muitas costas podem erodir, outras terras podem ressurgir e podem haver muitas outras coisas dessas geograficamente.
 
Socialmente pode ser que se tente ressurgir sistemas da idade média, em que, outra vez, a energia do oriente e do oriente médio seja mais forte que a européia e a Americana. Esse é um ciclo vital. Por isso mesmo os árabes estão se revolucionando nesse momento, tem que sair das cinzas e retornar à ordem que organizaram na idade média. Pode ser que se organize o sistema dessa forma outra vez.
 
Economicamente, pode ser que haja tentativas de um sistema de troca, de sistemas de comércio novos, mas não vai funcionar muito porque somos uma população mundial demasiadamente grande. Então o que se vai buscar mais adiante, nos próximos cem anos,  é unificar os dois sistemas que se separaram que é o comunismo e o capitalismo. Por mais que agora não possam conviver. Pois em realidade foram divididos para experimentá-los em separado para depois uní-los. Então economicamente é possível que isso vá acontecendo nos próximos 50 a 100 anos.
 
Educacionalmente, por exemplo, agora há uma tal frustração com os sistemas antigos que os sistemas novos intentam só utilizar a parte criativa. Isso pode trazer um problema, se só utilizarmos a parte criativa. Se formos para o outro extremo haverá um montão de anarquistas que vão destruir o sistema, o sistema físico e, portanto, não vão seguir a ordem.
 
Devemos recordar que muitos seres índigos não vem falar de espiritualidade, mas sim são militares do plano etérico. Portanto se um militar não tem um chefe isso pode ser muito mau. Por isso mesmo a educação tem como objetivo organizar o cérebro, esquerdo e direito, em um só. Não em separá-lo. Então isso também é o que se pode ir vendo no momento em que cairá o muro da economia. Porque a educação tem algo muito importante relacionado com o sistema econômico do futuro.
 
O FIM DOS SISTEMAS RELIGIOSOS
 
Em outros planos espirituais pode ser que muita gente deixe a espiritualidade religiosa. Vão cair todos os sistemas religiosos por conflitos de valores com seus líderes. Isso já esta se passando, mas vai ser pior. Inclusive pode ser que o Vaticano seja apagado do mapa. Isso é algo já esperado, mas ainda não aconteceu.
Estas coisas resultarão em que a espiritualidade seja algo individual e em casa. Por isso mesmo será, no sistema aquariano, mais individualista que grupal. Porque o propósito é que cada um siga sua intuição e não a de outro. Como estamos fazendo agora. Portanto vai haver redes que unam a sociedade, mas cada um vai saber o que tem que fazer dentro dessa rede. Isso se dará naturalmente sem que nos digam que tenha que ser ou fazer assim. Isso é um sistema natural da raça humana e do planeta físico em que vivemos. Mas como é um processo social se dará em mais de cem anos. Não vai ser algo que se espere para dois dias.
 
A FAMÍLIA
 
A família é um sistema antigo estruturado em dualidade: pai e mãe. E isso é uma das coisas que temos que ter em conta de que em Aquário a família é flexível e parte da comunidade, e que a única coisa importante na família é a contenção e não a estrutura. Não há hierarquia, nem na educação nem na família. Desaparece a hierarquia. E isso já esta acontecendo às “cacetadas” com crianças de três anos dizendo ao pai: “Quem é você para me dizer o que eu tenho que fazer?”
 
Somos todos almas em evolução e, portanto, somos todos companheiros. E por isso a estrutura familiar também é uma das coisas que nos próximos 50 anos vai se desarmar.
 
A EVOLUÇÃO RÁPIDA
 
A evolução rápida acontece se as pessoas a esperam e se estão preparados para isso. Agora. E isso é uma das coisas que temos que ter em conta nesse período. Como estamos liberando coisas acumuladas em 13.000 anos, quanto mais se trabalha a luz mais obscuridade haverá ao redor.
 
Por isso quando alguém diz: “Porque me acontecem tantas coisas más, se estou trabalhando para a luz?” Ou seja, faço cada vez  mais esforço para iluminar-me e me acontece de tudo. Então para quem estou trabalhando realmente?
 
Isso é porque, antes eu não estava preparado para enfrentar toda essa obscuridade, própria e externa. Mas como se está agora trabalhando para a luz e ativando todos os seus potenciais, se está preparado para transformá-la.
 
Então isso aparece tudo junto. Por isso, em realidade, não é que esteja indo mal. Quanto mais obscuridade apareça ao seu redor é porque está indo bem. Portanto não se preocupem porque as coisas começam a ficar horríveis ao redor. Começam a ficar horríveis ao redor é porque eu estou começando a centrar-me e isso (a obscuridade) tenta fazer com que não me centre.
 
O que tenho que fazer é procurar envolver isso ao meu redor e ajudar a transmuta-lo para que me sirva e não me impeça. Há que manter envolvidas energeticamente todas essas coisas que vem a você. Como se houvesse um ovo que te rodeia e coloca essa situação dentro do ovo e, pela imaginação, envolve-a em luz. A imaginação é a primeira ferramenta que temos para a canalização. Não é negativa, embora tenham nos inculcado na cabeça que é negativa.
 
Pela imaginação envolvo isso em luz, o transmuto e aí está. Vai custar! Porque há coisas que são densas. Mas lhes digo isso para que o tenham em conta e não se assustem se começarem a passar por coisas fortes.
Hoje em dia mais da metade da população humana da Terra (uns 5 bilhões  de habitantes) decidiram limpar todo o seu karma só nesta vida.
Por isso a humanidade está como está. Não porque as coisas estão indo mal, mas sim porque todos querem evoluir mais rápido. Então como essa é a última oportunidade na terra de se evoluir mais rápido tudo isso está se passando. Porque estamos enfrentando todos os males que acumulamos por toda a história para tentar assimilá-los, trabalhá-los já, e superá-los.
 
Por isso mais da metade da população humana esta sofrendo todas essas coisas densas e escuras. Porque tem a intenção de se iluminar mais rápido. Por isso às vezes acelerar a evolução implica também nessas coisas. Não somente irmos até a luz mas também transmutar a obscuridade. Porque devemos recordar que nós temos na cabeça uma ideia muito louca que é a que viemos até aqui por castigo e teremos que ir acessar a luz de novo.
 
Mas quando vamos acessar a luz temos que levar também toda a obscuridade, porque é parte da realidade. Então por isso quando alguém se ilumina e se está conectando com o Todo, aparece toda a obscuridade para que vá trabalhá-la também.
 
Há que transmutar toda essa obscuridade. E se por vidas e vidas se vem se acumulando todas essas coisas, e se nessa vida se vê que estou aqui porque é a última, então se nasce e já se começa a (pá!..) apenas por nascer, e por isso a humanidade esta sofrendo tudo o que sofre. Pois se acumulou muita porcaria.
 
O BEM E A ESTAGNAÇÃO
 
Na realidade já faz bastante tempo que nós temos um afã por crer que o mal é MAU. Que o obscuro e os processos duros são coisas que não deveriam existir. Na realidade o que não deveria existir é o que gera isso, que é a ESTAGNAÇÃO. Quando os sistemas se estancam no mundo material tem que haver algo MATERIAL que os desestanquem. E isso é uma cacetada.
 
Então, por exemplo, se um sistema se estanca tem que haver uma guerra que o rompa, para que se libere. Todas as guerras que temos vivido tem sido a liberação de carma de um sistema estagnado.
No nível físico é uma guerra, no nível etérico é um divórcio, por exemplo. Cada um o viverá a sua maneira. Mas agora faz bastante tempo que vivemos estagnados com um sistema pisciano (Era de Peixes). Dois mil anos de estagnação do hemisfério esquerdo.
 
Então deve vir algo que rompa todos os sistemas que tem sido gerados nesses dois mil anos. Não porque tenham sido maus e negativos ou não tenham servido, mas porque querem passar a outra sintonia que já não lhes correspondem. Tem sido úteis por dois mil anos mas já não o são. Então, como querem seguir, devem romper-se. Há cem anos atrás se avisou: “Tem que ir se transformando.”
 
Então foram as duas primeiras guerras mundiais para que se transformem. Primeira e segunda guerra mundial para liberar todo o carma e transformação. Como não aconteceu, então começaram a mandar os primeiros seres para organizar esse novo sistema. O problema é que não gostaram nada desse sistema e portanto nos anos sessenta e setenta todos se drogaram ou se tornaram músicos ou “reikistas”. Brincadeira!…
 
Em realidade foram todas as pessoas que começaram com uma nova vibração, mas que não lograram adaptar-se à transformação do sistema, mas ao invés criaram um sistema a parte. Como criaram um sistema a parte o antigo continuou sendo igual. Por isso mesmo começaram a mandar os outros que vão destruir este sistema. Índigos por exemplo. Entram, e começam a destruir esse sistema sem importar-lhes nada. Valores, nada! E todos os sistemas que vieram se formando em dois mil anos, são sistemas que eram piscianos de dois mil anos atrás. Serviram para experimentar mas agora tem que se transformar.
 
Mas como querem seguir iguais tem que vir sistemas externos a estes sistemas que começam a corroê-los por debaixo para que não permaneçam rígidos, mas que se flexibilizem. Vem de outras dimensões: quinta, sexta dimensão, outros níveis. É como o paralelo da política, da economia, da educação, mas em outros níveis. Então baixam e começam a destruir os sistemas atuais. Destruir ou transformá-los: todos os sistemas dentro dos quais avisam: “Falta pouco para que, se o Social não fizer,  O SOL o faça” . Porque O SOL é o que precisa mudar.
 
OS LIMITES E A TRANSFORMAÇÃO
 
Sim, sim, sim. Temos um grave problema de conceitos e de aplicações. Obviamente eu tenho um grande problema ao dizer que tudo vai bem. Porque, sim, tudo vai bem para o Universo. Mas na terra temos limites que é a matéria. Temos um limite que é a nossa morte. Temos um limite que é o amanhecer solar, temos limites sociais, limites de transformações revolucionárias, temos um montão de limites que temos que respeitar. Então por mais que tudo esteja indo bem, nosso limite nos indica que é dentro desse limite que temos que fazer a transformação. Então temos uma grande responsabilidade.
 
Que por mais que tudo vá mal há também a (busca da) perfeição. Não implica que nos relaxemos e nos sentemos e digamos: “bem, pois que seja”.  Mas sim que todos temos que atuar de alguma maneira para ajudar a transformar, no tempo que nos tocou.
Estamos aqui por algo. Teremos que ajudar a transformar-se para que seja “mais rápido” porque nos deram um limite para sair. Na realidade quando eu digo “nos deram”, nós mesmos o estabelecemos e o aceitamos. Nunca nos foi imposto nada. A alguns, sim. Mas esses sabem o porquê…
 
A AÇÃO NEUTRA
 
Se eu tiro o poder daqueles que tem o poder, provavelmente gerei um conflito. Na neutralidade os conflitos são totalmente desnecessários. Então o que se faz é debater. As vezes com o debate se dura mais e se pode chegar mais perto do precipício. Mas é um risco que se tem que correr. A maioria dos seres que decidiram nascer neste planeta (são) seres da neutralidade, seres da luz, muitas vezes…
 
Os da obscuridade sim o fazem rápido, dão uma pancada no motorista do “ônibus-terra” e o jogam pela janela. Os da luz vão intentar rezar para baixar luz pedindo a um anjo que pare o ônibus. Os da neutralidade intentam debate-lo para chegar a um equilíbrio, um consenso. E, claro, esse consenso pode demorar. Por isso demorou tanto até esse momento.
Porque faz quatro mil anos que estão nascendo os seres que estão anunciando isso. E nenhum desses seres nos agrediu para mostrar-nos o que tínhamos que fazer. Todos intentaram debater. Todos disseram:
 
“- Sabem que estão indo um pouco rápido, que estão um pouco drogados e que deveriam relaxar mais um pouco?”
“- Sim, sim, tá bem, mas depois a gente vê isso …”
“- Sim, mas eu digo, não é? Eu aviso….”
 
OS EXTRATERRESTRES NA TERRA
 
São importantes e fazem milhares de anos que as cidades intra terrenas foram estabelecidas no interior da terra. Não sei se todos sabem sobre os intraterrenos, mas há milhões de anos que começaram a chegar todas as raças de fora do planeta que tinham como objetivo custodiar que esse planeta não perdesse o rumo, porque era uma pérola em bruto.
 
Então tinham que custodiá-lo e cuidá-lo. Fizeram isso de duas maneiras:
 
Uma foi pondo bases ao redor, como na lua, Marte e Vênus, para custodiá-lo de perto, e a outra pondo-se debaixo da superfície, os mundos intraterrenos, diferentes bases e assentamentos etéricos e físicos, capazes de impedir que tudo o que se desenvolva na superfície chegue ao coração da terra, ao núcleo. Então eles estão aí para sustentar o processo a partir de baixo. São como os pilares. Os pilares que fazem que isso não caia.
 
Se nós não lograrmos cumprir com o que realmente viemos fazer na Terra, que é trazer a luz até aqui, e a raça humana não lograr cumprir esse objetivo, vão fazê-lo eles. São como o plano B. Por isso estão debaixo da terra. Sim, respeitando o livre arbítrio. Por isso não se metem.
Eles respeitam que o que se passa na superfície é nosso problema. É problema das pedras, das plantas, dos animais e dos humanos. 
Podem viver entre terceira e sétima dimensão. Extraterrestres intraterrenos? Um montão. Estão por todos os lados. Alguns muito camuflados, alguns nasceram aqui … Alguns inclusive fizeram o seguinte, que é demasiado louco, que nem sei se devo explicá-lo:
 
Há almas que, digamos, conseguem terminar o seu processo aos 35 anos. Então decidem morrer, mas seu corpo está perfeito.  Mas sua alma já disse: “Mas eu não o necessito”. Então o que fazem é oferecer esse corpo a seres extraterrestres ou intra terrenos. A alma se vai e esse ser entra dentro do corpo.
 
Então a pessoa muda totalmente e começa a ser outra coisa diferente trabalhando para outra coisa diferente, sendo outro. A alma se foi e deixou o corpo como se estivesse morto e o corpo foi para outro ser. Isso pode estar se passando também. E também há alguns que estão aqui diretamente com seu corpo real como é em seu planeta.
Mas obviamente temos que ter em conta que os extraterrestres não são anõezinhos verdes. Senão no outro dia todos os reconheceriam. Os extraterrestres muitas vezes se parecem mais a um norueguês, a um holandês, a um sueco, mais que a um anãozinho verde.
Você pode pensar que é um turista, mas na verdade é um turista inter espacial. Vem aqui para ver como é a coisa, como vibra a sintonia aqui em um corpo humano. Tentam colaborar no que podem desde aqui, humanamente, já estando presente para que não seja tão chocante quando tiverem que vir de volta .
 
RETENÇÃO E RUPTURA
 
Como sempre, sempre que se utiliza um sistema que não funciona e se queira continuar o utilizando à força, cedo ou tarde também terá que cair à força. Energia negativa move energia negativa. Também não podemos ficar frustrados com esse sistema. Por isso eu sempre peço relaxamento. Porque se estamos frustrados com esse sistema vamos mover frustração, e portanto energia negativa. E assim vamos seguir alimentando o velho sistema. Compreende?
 
Por isso: AMOR INCONDICIONAL. Quer dizer: aceitar os processos que estão sucedendo. Fazendo-se luta contra a guerra ou luta pela paz, jamais haverá paz. Porque estamos lutando. Se lutamos contra, é violência também, não? Pois é ilógico, estar lutando contra a violência.
 
Por isso: ACEITAÇÃO. Bem… vai custar um montão. Mas é entender que esta passando por algo, que os políticos estão fazendo o que fazem por algo. Porque nos estão ensinando algo: que nós teremos que mudar. Se eles não fizessem assim nós não estaríamos aqui. Por isso estão aí.
 
Ai quando entendemos o processo, aceitamos o processo, e o processo não é mais necessário: transforma-se numa outra coisa.
 
Por isso respirem profundo, relaxem que ainda faltam 13.000 anos (risos e aplausos).
Anúncios

Autor: Gerson

Este blog foi criado com a intenção de apresentar a ascensão da Mãe Terra e dos seres que nela habitam

6 pensamentos sobre “Matias de Stefano – Uma aula de amor…

  1. Matiasssss un saudo desde Fisterra desde o albergue. Cando volvedes???… Un abrazo a todos e todas.

  2. muito obrigado pelos ensinamentos!
    Tarde inesquecivel na PUC rio de Janeiro!

  3. quanta lucidez, estou maravilhada . Bela explicação! namastê !

  4. Muinto bom, queria de alguma forma introduzir um pouco desse conhecimento nas pessoas proximas amim.. mais até para aceitar a ideia exige um certo tipo de evoluçao.. Pena o Matias nao ter comentado nada sobre a sivilisaçao lemuriana gosto minto do assunto.

  5. Obrigado pela aula.

  6. È A NOVA ERA, PESSOAS COM A MEMÓRIA DE SUAS EXISTÊNCIAS ANTERIORES, ACREDITO NISSO, MAS FIQUEI COM UMA DUVIDA: EM TORNO DE 5 BILHÕES ESTÃO QUERENDO ELIMINAR TODOS OS CARMAS DO PASSADO? SOU UM DIVULGADOR DA VERDADE E VEJO UMA GRANDE DIFICULDADE EM REUNIR PESSOAS PARA FALAR SOBRE O ASSUNTO, ONDE ESTÃO TODAS ESSAS PESSOAS QUE BUSCAM A ASSENÇÃO ESPIRITUAL? TEM MUITA GENTE QUERENDO SOMENTE RECEBER E NÃO SE IMPORTAM EM DOAR-SE. SE POSSIVEL GOSTARIA DE MELHOR ESCLARECIMENTO. OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s