ASCENSÃO PLANETÁRIA

AMIGO LEITOR!!! Nossa missão aqui é apenas de divulgar a "Ascensão" do Planeta Terra e dos seres que nele habitam. Não temos a menor intenção de impor ou convencê-lo de qualquer assunto aqui tratado. Deixamos claro que não se trata de nenhuma seita ou religião e também não discriminamos ninguém, quer seja por raça, partido, opção sexual ou religiosa. A principal intenção é de informar, ao amigo leitor, sobre temas e assuntos que, em nossa opinião, entendo serem tão importantes e necessários, e que num futuro muito próximo, poderá lhe ser útil. Pedimos apenas que use seu discernimento o máximo que puder, meditando, analisando e, por que não dizer, questionando o que aqui vier a ler…. SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS E FIQUEM NA LUZ !!!


2 Comentários

Federação Galactica

Selamat Balik! Chegamos com muitas coisas maravilhosas para discutir. Atualmente, eventos estão sendo preparados para trazer liberdade global, paz e prosperidade. Nossos associados galácticos e terrestres estão trabalhando em conjunto para pôr fim à longa e escura noite que percorreram.

É realmente incrível ver como o relógio divino do Céu o trouxe para a beira do sucesso. As coisas estão acontecendo para libertar vocês da governança que trabalha para suprimir sua liberdade e libertá-los das mentiras sobre o que está acontecendo. Esta tirania agora está se transformando.

Quando a América anunciou a sua independência, pela primeira vez, fez de uma maneira que permitisse proclamar sua sagrada declaração, que era para ser um farol especial da liberdade. Esta proclamação foi gradualmente silenciada por aqueles que compartilharam alianças com pessoas na Grã-Bretanha, que queriam abraçar a tirania sobre o acumulo de riquezas e liberdade sobre os direitos divinos de cada americano. Esta blasfêmia agora está se transformando numa nova governança anunciada, para reverter os recentes pecados contra esta grande terra e para trazer paz, prosperidade e cooperação com Gaia e sua humanidade da superfície!

Embora pertinente, este é apenas um pequeno aspecto do que está em fase de manifestação. Nossos associados terrestres continuam a avançar rapidamente nas operações que devem trazer novos instrumentos financeiros e bancários. A riqueza oculta por muito tempo pelas grandes famílias dinásticas e espirituais está quase pronta para ser distribuída, acompanhada por novos procedimentos bancários, apoiadas por novas leis e transparentes.

Além disso, aqueles que por muito tempo estiveram escondidos por trás dessa imensa desonestidade serão presos e despojados da ilícita riqueza que acumularam ao longo de décadas. Nossos associados intencionam proporcionar uma distribuição dessa riqueza e impor a nível mundial um grande jubileu. Durante este ano de jubileu todas as dívidas serão perdoadas, com um novo inicio nesta nova e próspera realidade. Está em vias de ser libertado e educado por seus Mestres Ascensos sobre as verdades essenciais, longamente escondidas por esta cabala tão onerosa. Na verdade, são extraterrestres que desembarcaram aqui pela primeira vez a cerca de 900.000 anos atrás.

Além disso, esta nova governança proclamará a nossa existência benevolente, acolhendo aqueles que são os representantes de seus antepassados em comum. A Terra Interior, terras de Agartha então poderão enviar representantes para melhor explicar suas verdadeiras histórias ocultas. A elevação de Lemuria irá lhes permitir abrir as passagens escondidas para Terra Interior e descobrir muitos monumentos ainda enterrados, que contêm os registros de suas antigas sociedades “Perdidas”.

Esses registros datam de várias idades de ouro da humanidade, todavia isso é apenas o começo. Muito mais precisa ser conhecido. Nossos mentores pretendem permiti-los visualizar partes de seus registros Akashicos para descobrir como seus antepassados lidaram com o que foi feito com eles pelos escuros Anunnaki. Essas revelações não são destinadas a chocá-los, mas apenas para lhes permitir obter uma melhor compreensão do que foi perpetrado contra vocês durante os quase últimos 13 milênios. Estamos chegando para que possam se preparar para o salto para a plena consciência. Esta etapa final envolve orientação, monitoramento do seu tempo nas Câmaras de Luz e sua posterior formação.

Como seres plenamente conscientes, estarão engajados no serviço divino. Precisam entender completamente no que isso implica e o que deve ser esperado de vocês – Seres humanos que são totalmente conscientes, gregários e confiantes. Somos ensinados desde a infância a trabalhar uns com os outros e ao livre exercício dos significados por trás de nossos vários talentos e habilidades. Essa busca diária, faz com que nosso sistema de gerenciamento seja fluido e opere de forma harmoniosa e eficiente.

Terão conselheiros que trabalharão com sua equipe de assessores espirituais para assegurar que esta sociedade atenda às suas necessidades e que possam resolver todos os problemas de forma criativa, sejam seus ou que venham de encontro a sua sociedade. Este processo está em andamento. Como veem, os seus contratos de vida se enredam com os de outros. Tudo o que realizam é feito neste contexto. Livremente apoiarão uns ao outros e as numerosas nações estelares que compõem esta Federação Galáctica. É nesta perspectiva que operamos nossas sociedades e as nações estelares que as contêm. Temos a intenção de prepará-los para esta vida sagrada de serviço para o Céu e seus decretos sagrados.

Hosana! Somos seus Mestres Ascensos! Viemos para abençoa-lo e anunciar muitas coisas, quando nos aproximamos do Novo Ano Galáctico no próximo sábado.

O mundo está se movendo rapidamente. Nossos associados abençoados estão se esforçando nas situações para permitir reformas monetárias e bancárias para trazer a liberdade, soberania e prosperidade. Uma série de eventos subsequentes fluirá a partir desses anúncios. Estes são para a instauração de uma nova governança e permitir que aqueles que estão na lide, declarar o fim de um sistema que há muito têm enganado sobre a verdadeira natureza desta realidade.

O Céu e a ETERNIDADE decretaram que a humanidade aprenderá certas verdades. Estas verdades são para levar a circunstâncias que permitam a nossos irmãos espirituais e espaciais, assim como nós, para nos revelar. No início, este conjunto emergente de Verdades irá lhe ensinar claramente como esta realidade foi construída e no que está destinado a se tornar. Também está para começar uma jornada espiritual final, para conduzi-lo à plena consciência.

Aleluia! Estamos muito alegres, na medida em que vemos transpirar as grandes bênçãos do Criador! Está à beira de uma nova era. O grande tesouro e compensações maravilhosas do Céu se derramam sobre nós diariamente. Aqueles por nós nomeados estão prontos para executar uma grande jogada. Esta ação irá abrir o caminho para os outros que estão trabalhando diligentemente para lhe dar a sua liberdade. A escuridão só preenche suas bagagens com desgraça e destruição. Isto já não mais o afeta, nem mesmo a este reino. Está sendo movido para um lugar onde não ela pode mais evitar o que o Céu proclamou para você.

A Luz é realmente triunfante! Uma nova era de paz, prosperidade e cooperação amanhecem sobre a Terra. Abençoamos isso e apenas pedimos que perceba o que está agora a ser feito de você. Está para se tornar o instrumento sagrado de decretos do Céu. Esteja sempre pronto para avançar rapidamente e manifestar o seu destino!

Essas mudanças serão apenas o início de uma operação sublime que é a de lhes trazer grandes oportunidades e possibilidades. Temos que estar juntos e trazer Gaia de volta, a partir da divisão criada quando, de repente, caíram num reino cheio de escuridão, horror e morte. Isto terminará com um retorno ao Amor; Amor e união com os vastos reinos do Céu e da fisicalidade. Como Seres Humanos Galácticos mais uma vez serão capazes de realizar os decretos divinos da Luz.

O desdobramento da Criação é apenas uma das muitas tarefas que realizarão graciosamente. Também irão revitalizar este Sistema Solar, trazendo paz e extrema alegria a toda esta parte da galáxia. Sua resiliência trouxe alegria para o Céu. Logo se juntará aqueles do interior da Terra, dessa imensa galáxia e aqueles que são os seus mentores espirituais. Nossa missão é a de dirigi-los e lhes dar a sabedoria sobre estas questões, quando necessário. Bênçãos e alegria a todos!

Hoje, continuamos com a nossa mensagem. Muita coisa boa está por vir. As trevas já inexistem e as bênçãos há muito prometidas estão bastante próximas. Esteja pronto para fazer o que for necessário para cada um prosperar e desfrutar de seu sucesso, na mais plena medida. Então, receberá o maior presente: tornar-se um Ser plenamente consciente da Luz. Desfrute de suas asas! Você merece! Saibam, meus queridos, que as incontáveis Fontes e a Prosperidade sem fim dos Céus são realmente suas!

Assim seja! Selamat Gajun! Selamat Ja! (Siriano para Sejam Um e Estejam em Alegria!).

Canal: Sheldan Nidle
Fonte: http://www.paoweb.com/
Tradução: Sementes das Estreles – http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/ / Candido Pedro Jorge

Anúncios


1 comentário >

“É simplesmente a aplicação do Plano Divino”

Seres de Luz.

Através de:
Monique Mathieu

Tudo o que acontece no vosso planeta é justo.

 

Excepto aqueles que se abriram a uma outra consciência, para o que chamamos “o comum dos mortais” todos os acontecimentos atuais são banalizados.

 

Os homens banalizam até a queda das aves, a morte dos peixes. 

 

Tudo isto os interroga, mas enquanto não forem afetados na sua própria vida, na sua própria família, nos seus próprios lugares de vida, eles desviam um pouco os olhos porque não querem ver realmente.

 

É por essa razão que imensas coisas estranhas e difíceis acontecerão neste mundo. 

 

Acontecerão para despertar esta parte da humanidade que não quer abrir os olhos e que vive sempre numa espécie de casulo confortável e egoísta.

 

Actualmente, o que acontece na Terra é igualmente uma grande limpeza pela água. 

 

A água limpa… o fogo também limpa. 

 

Estes dois elementos estão terrivelmente ativos neste momento no planeta Terra, e isto continuará ainda até à transição.

 

Infelizmente, as perturbações tocam por vezes populações muito pobres, carenciadas, assim elas ficam numa miséria maior. 

 

No entanto vamos dizer algo que talvez vos chocará:

 

Esses acontecimentos permitem àqueles que escaparem dar o máximo deles mesmos e de ver onde estão

 

Estejam certos que isso os leva a evoluírem.

 

Mesmo que se revoltem contra os poderes públicos, que não estão onde deveriam estar e que não os ajudam, isto faz parte da sua evolução e da ajuda que podem prestar mutuamente. 

 

Estejam certos que, aqueles que vivem essas catástrofes mudam para o resto da sua vida na Terra.

 

Se se revoltarem, ficam nas energias inferiores que não os levam a evoluir. 

 

Se não se revoltarem, se aceitarem e se, apesar desse sofrimento, ajudarem os outros, eles darão um imenso passo evolutivo!

 

 O seu despertar de consciência faz-se brutalmente mas esse despertar e a consciência permite-lhes ganhar vários anos, que vocês, que estão de certa forma “munidos” em relação a eles, levariam para aceder a esse nível de consciência.

 

Ainda vos diremos o seguinte, que é preciso pôr na cabeça: tudo o que acontece no vosso planeta é justo!

 

Tudo o que acontece no vosso planeta faz parte do plano de vida do planeta Terra, faz parte da transição, faz parte das grandes transformações anunciadas, mas tudo é justo!

 

 É simplesmente a aplicação do Plano Divino.

 

Não venham dizer-nos que todas essas catástrofes, todo esse sofrimento não vem da aplicação do Plano Divino! 

 

Se não estiverem de acordo com o que vos dizemos, é porque ainda se encontram no adormecimento.

 

O que vos dizemos é difícil de aceitar, mas é justo e verdadeiro!

 

Post. e Formatação.

Semeador de Estrelas
http://semeadorestrelas.blogspot.com

 

Fonte: http://ducielalaterre.org
Monique Mathieu


1 comentário

Série: Eliza Ayres

“Aquele que tem servido”

Parte 4: “A Nova Missão”

Recentemente, fui informada de que eu era/sou um walk-in, entrando em um corpo humano durante a infância. Acredite em mim, isso foi uma grande surpresa com certeza, mas havia um choque ainda maior esperando por mim, mas vou deixá-lo em suspense por enquanto…

Quando entrei nessa vida de serviço neste planeta, eu vim determinada a equilibrar o meu carma, o carma do meu walk-out e o carma que eu podia dos outros, a fim de permitir aqueles a quem eu vim servir, finalmente entrassem em seu próprio carma. Visto que a conseqüência desta decisão de alma tem sido muitas vezes uma vida difícil. Foi apenas nos últimos anos que eu pude dizer com algum grau de certeza que eu finalmente cheguei a um lugar de autoconhecimento e equilíbrio na minha vida.

Devido a amnésia espiritual que eu concordei ao entrar naquele corpo infantil, eu temporariamente “esqueci” de quem eu era, e tinha que andar por este mundo acreditando que eu era um ser humano. Tem sido um desafio, a jornada está difícil desta vez, porem está bem proveitosa. No entanto, sempre havia fios de entendimento que ecoavam em meu coração e me levavam em várias direções diferentes.

Os trabalhadores da luz forjaram brilhantes caminhos retos com o seu trabalho, tornando-se os viajantes do mundo, se apresentando no palco e sendo bem conhecidos. Eu era um andarilho, nunca bem resolvido em um único jeito de fazer as coisas, mas sempre tentando ouvir um sentimento interior que parecia me guiar. Eu descobri que eu “sabia” de coisas que não fazem sentido para a minha família e amigos. Não só eu “conhecia” as coisas, mas eu agia com base nesse conhecimento. Mal sabia eu, que eu estava me ensinando a ouvir a minha própria intuição.

Intrigada por um longo tempo pelo fato de que eu não sossegava em um ensinamento, encontrei a mim mesma experimentando muitos ensinamentos, um tanto como uma borboleta voando de uma flor para outra e, então, seguindo em frente, mais uma vez. Foi só recentemente que eu vim a entender que estes ensinamentos não foram para mim. Principalmente eles serviram para me lembrar daquilo que eu tinha “esquecido” no percurso de me tornar velada. E, sério, alguns dos ensinamentos atualmente disponíveis dentro do movimento da Nova Era são de âmbito limitado, vindo de uma perspectiva ligada à terra. Você começa a perceber isso uma vez que você entra em contato com outros seres estelares e seres conscientes… pessoas do Lar.

Com a Convergência Harmônica em 1987, todas as previsões antigas de videntes e profetas sobre a destruição em massa do Planeta, se deram em nada. A humanidade tinha passado um marco importante coletivo quer estivesse ciente ou não disso exteriormente. Enquanto ainda havia muito trabalho a fazer, aqueles que buscavam ascensão durante este ciclo estavam agora livres para persegui-lo com todo o coração. Junto com outros milhões de trabalhadores da luz voluntários que tinham finalmente conseguido ancorar permanentemente a Luz do Cristo sobre este planeta. Agora a humanidade estava livre para perseguir seu objetivo evolutivo e, finalmente tornar-se uma civilização Galáctica. 

Desde meados de 1987, eu tenho lidado com muitos da vasta lista de possíveis sintomas de ascensão, começando com a Síndrome de Fadiga Crônica. Curiosamente, eu só percebi que eu comecei a ter esses “problemas” quando a Convergência Harmônica ocorreu. Eu morava no interior de Montana na época e tinha pouco contato com o mundo exterior. E durante este tempo, eu estava aprendendo sobre os Mestres Ascensos, os Arcanjos e a Hierarquia Espiritual, cujo conhecimento me serviria bem mais tarde, quando eu encontrei alguns destes povos invisíveis de maneiras novas e diferentes. 

Desde aqueles dias, viajei muitos caminhos internos, conscientemente limpando, encontrando e passando pelas fases iniciais de despertar, quando as “mentiras” que foram propagadas sobre a humanidade, de repente vieram a diante em minha consciência. Passei por raiva, frustração, perda, traição… Uma longa gama de emoções humanas. À medida que eu pisei fora dos limites invisíveis da “normalidade”, comecei a ser identificada pela minha família da Terra como sendo “estranha”, e me encontrei sendo rejeitada. Aprendi a lidar com a rejeição e, finalmente, a aceitá-la como um distintivo de honra. Eu só estava respondendo a um chamado de dentro e me sentia compelida a acatá-lo, invés das preocupações da família ou amigos. Como resultado, desde a morte de meus pais, eu vivi sozinha e passei a desfrutar da quietude que uma vida solitária pode conceder a alguém.

Desde meados de 1980, eu soube que eu carregava uma “grande luz”. Foi dito a mim por várias pessoas. É claro que na época eu não sabia o que eles estavam falando – agora eu sei. Desde 1994, eu estou consciente de que eu “ancoro” a luz. Eu não entendia esse conceito também; agora eu o entendo. Eu tenho dado chaves para o entendimento futuro, tudo ao longo do caminho que me conduziu a mover meus medos para que eu pudesse compartilhar um pouco da minha jornada com os outros.

Na primavera passada eu experimentei uma longa doença que me impediu de trabalhar por algumas semanas. Foi nessa época em que eu “conheci” online alguns amigos e parentes do Lar. As Revelações têm vindo rápidas e furiosas desde então. Foi através dessa nova conexão que eu soube quem eu era de fato, um walk-in. Enquanto eu tinha conhecido outros walk-ins e lido sobre eles, eu nunca pensei que eu fosse um também. Para descobrir que eu era um walk-in, foi um pouco surpreendente, mas foi o que me disseram em seguida, que realmente me assustou: Não só eu era um walk-in, mas eu estava programada para ser um “walk-out” este ano.

A princípio isso foi um pouco chocante para mim, quanto mais eu pensava sobre isso, eu sabia que era verdade. Minha partida se aproximando explicou muito sobre a minha incapacidade de planejar o futuro ou me envolver com os planos dos outros. Não é que eu não me importasse com as pessoas, eu simplesmente não “via” a mim mesma trabalhando em todos os projetos que precisam ser realizados a fim de trazer a Nova Terra dentro do ser.

Então é essa a minha grande revelação: Estou programada para ser o “walk-out” deste ano, que será substituído por outro Pleiadiano, que vai continuar com a missão que eu comecei aqui… Escrevendo estas páginas e expandindo o nosso serviço neste Planeta. Como meu primo, Rananda, escreveu em um comentário; estas palavras são um prelúdio para a Revelação. Essa é uma poderosa e grande declaração a ser feita, mas eu posso ver o que isso está se aproximando… Pessoas como nós, que parecem muito comuns, que trabalham, comem, lavam os pratos, abastecem o carro…  Nós estamos fazendo coisas extraordinárias fora do âmbito da compreensão da maioria dos seres humanos. 

Por estarmos dispostos a ser e parecer como seres humanos, bem como, partilhando de nossas aventuras no planeta Terra, vamos ter diminuído o impacto emocional que irá ocorrer quando a Revelação realmente acontecer e os primeiros desembarques em massa venham a ocorrer. Acreditem em mim, meus queridos, isso vai ser um pouco chocante olhar para um homem de 2.50m de altura com um macacão prateado olhando abaixo para vocês com um sorriso gentil, que emana uma aura dourada e macia. A maioria dos seres humanos não está realmente pronta para a Revelação, então tenham paciência. Aqueles de vocês que estão cientes de que eles são sementes estelares e trabalhadores da luz, caberá a vocês se abrirem e compartilharem sobre as suas experiências aqui. A cada revelação pessoal, a consciência de que somos UM vai crescer. 

Voltando ao assunto dos walk-ins/walk-outs, minha amiga Siriana, Trillia, escreveu em um comentário para a primeira parte desta história: “Eu gostaria de acrescentar que cada um walk-in conhece a alma que está saindo do corpo muito bem, visto que (elas são) geralmente amigas íntimas ou familiares de reinos mais elevados. O walk-in faz um acordo ou contrato de alma que é carinhosamente projetado por ambas as partes envolvidas e também deve ser aprovado pelo nosso Conselho Carmico”.

Meu designado walk-in é minha irmã Pleiadiana, então eu a conheço bem e nossas energias da alma também se combinam perfeitamente. O processo de entrelaçamento está agora acontecendo há alguns meses, conforme o meu walk-in vai e vem, se ajustando a sensação de estar em um (para ela) espaço bastante apertado. Ela tem 2.38m de altura de pés descalços, enquanto o meu veículo humano é apenas 1.77m de altura. E ela tem de aprender a se adaptar a nossa cultura, o meu trabalho e da vida cotidiana, a nossa língua… Apenas uma enorme variedade de coisas que normalmente nós damos por certo. 

Claro que, como um walk-in, minha irmã Pleiadiana teria recebido um treinamento prévio, mas ainda assim, quando finalmente chegar a “entrar”, por assim dizer, é uma nova e estranha sensação para alguém que está acostumado em um ambiente mais refinado e amando tais como as ilhas Pleiadianas e vida sobre as naves da Federação Galáctica. E da minha parte, eu tenho que me acostumar com o conceito de “sair”. 

Isso exigiu de mim algum tempo para que eu o convertesse em realidade. Eu fiz um monte de verificação interna para conhecer a verdade. Um dos meus primos recentemente reconhecido como Kumaras acaba de passar pelo processo de walk-out. Com esta demonstração viva, sinto-me compelida a acreditar que eu estarei em breve passando por um processo similar. Tenho a sorte de tê-lo como um exemplo, e, assim como um outro mentor na pessoa de Trillia Gia, cuja luz é muito brilhante, uma querida amiga e emissária de Sirius A. Eu sou grata por ter esses amigos a fim de me aconselhar e me ensinar sobre o Novo Mundo que estou prestes a entrar. É quase como se nós tivéssemos planejado isso desta forma… E nós o fizemos!

Ninguém não decide apenas em um dia deixar o planeta e retornar para as Naves. Eu estou perto da ascensão agora; Eu posso senti-la e desde que eu esteja aceitando totalmente a mudança de status, o processo está começando a acelerar para mim. Eu estou no processo de desapego de tudo… É esse distanciamento que é necessário, a fim de estar solta daquilo que me prende à Terra e me permite voltar ascender graciosamente à minha nova missão a bordo do grande Nave mãe, a Ventos Brancos.

Como um aspecto da alma, eu estarei e tenho estado no processo de me harmonizar novamente com o meu Eu Superior. Já escrevi sobre a importância de trazer essas essências dentro do veículo físico, que é aquilo que aqueles que estão com a intenção de viver na Nova Terra vão precisar fazer. Em vez disso, eu estarei me reunindo com Eu Superior e me harmonizando em sua essência dentro da 5D/6D fora do planeta, com o meu conhecimento e experiência ampliado com do meu Eu Superior.

Rananda tem escrito sobre suas próprias experiências iniciais em se harmonizar novamente e se abrir para suas percepções 5D mais uma vez. No final deste artigo, vou incluir um link para o site onde você pode ler a história dele por si mesmo.

No futuro, eu posso ensinar aos outros o que aprendi aqui, mas caberá a outra geração que assuma a responsabilidade sobre a Terra que estou prestes a deixar para trás. 

Embora a maioria de “mim mesma” partirá por um tempo, ainda continuará uma pequena porção do material da alma (2%), que irá me permitir comunicar através do meu walk-in. Na verdade, você pode nem notar que Eliza foi embora, até que meu walk-in se sinta mais confortável em fazer as mudanças e se expandir em seu serviço no Planeta. Após cerca de um ano mais ou menos, tudo de “mim” terá se harmonizado novamente com o Eu Superior. No entanto, mesmo assim, espero continuar a trabalhar e me comunicar através do meu walk-in, partilhando a minha história de vida sobre as Naves e em outros mundos. Desta forma, estarei contribuindo no meu pequeno caminho para o processo da Revelação. 

Nos últimos 100 anos ou mais, os portadores de luz originais de Vênus e as Plêiades (assim como outros mundos primários, como Sirius A, Andrômeda e Arcturus) têm sido muito auxiliados de perto e a distância pelos esforços dos muitos e mais recentes “voluntários” seres de luz. Muitos desses seres compõem a Segunda Onda de Trabalhadores da Luz, que vai continuar com o trabalho iniciado há muito tempo por Sanat Kumara e outros. São essas almas e outros que continuam a encarnar (ou walk-in), que irá conduzir aqueles que dentro da humanidade estão prontos para a ascensão. São estes os que irão contribuir significativamente para a criação da cultura da Nova Terra durante este próximo grande ciclo.

Humanidade é jovem e por um tempo muito longo, meu povo tem observado vocês. Agora, vocês têm aqueles que se tornarão os Vigilantes, que irão orientar e proteger, ensinar e mostrar a vocês como adentrar ao novo mundo que juntos vocês estão criando. O tempo de o meu povo ficar por aqui está quase no fim. Alguns de nós vão permanecer por um tempo, mas já estão dando as minhas ordens de viagem. 

Não sofra por minha passagem deste mundo, pois eu o deixo em boas mãos… Suas mãos. Trate-o bem, e tratem-se bem. Você merece um mundo que é um lugar gracioso cheio de beleza, abundância, alegria e amor. Ele não foi para mim, por isso estou cansada, mas vou me recuperar em breve nas salas de cura da Nave Ventos Brancos. E quando eu tiver aberto meus sentidos 5D, vou estar totalmente integrada com o meu Eu Superior, Lady Tazjima. Então eu vou continuar a servir como parte da consciência global de Lady Tazjima, fazendo seja lá o que for que ela faça. Eu acredito verdadeiramente que ela é uma senhora ocupada que, juntamente com seus amigos e parentes de Vênus, as Plêiades e outras Nações Estelares têm contribuído para o “Projeto Terra”, ajudando a evolução do Planeta e toda a vida sobre Ele. 

Em seus sonhos e viagens astrais, você pode me ver entre os professores da Universidade do Espírito a bordo das grandes Naves-mãe Pleiadianas nos céus acima de suas cabeças. Visite-nos à noite, meus queridos; eu estarei lá em breve, servindo entre a família e amigos do outro lado da Galáxia e do Universo. 

Outros membros da Primeira Onda, que estiveram na Terra por um longo tempo, em termos de seus anos lineares, também estarão partindo nas próximas semanas, meses e anos. Parte da razão a fim de escrever estas páginas, é começar a preparar as mentes e os corações destes irmãos e irmãs que não vão ficar com a Nova Terra, mas que estão programados para retornar a seus Planetas Casa ou para ir para outras atribuições ainda desconhecidas. Aqueles que especialmente ressoarem com estas palavras, vão começar a perceber, por si mesmos que outra missão está prestes a  se revelar à eles. 

Nós não deixaremos vocês totalmente desprovidos, meus queridos, visto que vários dos meus irmãs e irmãos Crísticos permanecerão mantendo suas funções dentro de sua Hierarquia Espiritual até que os filhos e filhas Crísticos nascidos da Terra possam substituí-los. E além do tempo e espaço, como vocês sabem, somos verdadeiramente UM com o Criador que nos fez a todos.

Devo dizer que eu nunca esperava sair tão cedo. Eu não posso dizer que eu sinto muito, pois tem sido uma turnê de serviço difícil e solitária. Estou ansiosa para ir para Casa. Ao mesmo tempo, vou sentir falta de alguns dos amigos que fiz durante a minha turnê de serviço por aqui. Tive a sorte, de fato, de servir em um belo Planeta como tal. Voltarei à Nova Terra quando a 5D estiver ancorada na superfície e as grandes Cidades de Cristal forem reveladas, uma vez que eu tenho muitos parentes e amigos atualmente servindo nos Retiros Etéricos já existentes em torno deste Planeta.

Como os Grandes Elfos da Terra Média, o meu tempo aqui está quase terminado. Em breve será hora de eu voltar para a Terra da Luz, que para mim é o Planeta Vênus, e a Ilha Pleiadiana de Medina, bem como a grande Nave-Mãe do meu tio, a Ventos Brancos. Há uma Nave Branca para mim que vai me levar para longe por um tempo, mas meu Eu Superior estará sempre presente no fundo do seu coração.

Meu amor e devoção seguem com vocês sempre, aqueles que se tornaram minhas irmãs e irmãos através das longas eras de minha permanência entre vós. 

Namastê.

EU SOU Tazjima Amarias Kumara

Aqui está uma recente postagem no blog de um dos meus primos Kumara, Rananda Kumara, que explica mais do processo de harmonização. Um dos seus antigos aspectos terrenos é bem conhecido como Mestre Kuthumi, que recentemente assumiu o Oficio do Cristo Planetário de seu mentor, Lord Maitreya: http://towardchakra8.com/2014/07/09/going-home-for-the-first-wavers/ (Em inglês)

______________________________________________________________________________________________

Autor: Elizabeth Ayres Escher (aka Tazjima Amarias Kumara)

Fonte: http://www.bluedragonjournal.com

Tradução: Sementes das Estrelas / Maria Dantas – mariadantas2@hotmail.com 

– See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/07/eliza-ayres-aquele-que-tem-servido_19.html#sthash.ak4QUq1n.dpuf


Deixe um comentário

Série: Eliza Ayres

“Aquele que tem servido”

Parte 3: “vidas passadas”

Como afirmei na Parte 2, muitos venusianos (quem vem de Vênus), incluindo um grande contingente de minha família Kumara, seguimos Sanat Kumara para a Terra depois que ele fez a promessa altruísta a fim de trazer a Terra e seu povo de volta para a luz, depois da queda da Lemúria e Atlântida. Seus Eus Superiores existentes fora dos limites de tempo e espaço, os voluntários, eles estavam cientes de que alguns deles seriam apanhados nas teias do tempo e permaneceriam no ciclo de encarnação através do próximo ciclo. (Nota do tradutor: Kumara, em sânscrito significa de modo figurado; puro ou inocente.)

A densidade sobre o Planeta Terra nos últimos dias da Atlântida e Lemúria era tal que muitos desses voluntários iniciais também caíram e foram apanhados nos ciclos do carma, até que a sua liberdade pudesse ser ganha novamente na próxima Idade de Ouro, quando o Poder da Luz se deslocasse daquela escuridão. Alguns de nós que vieram mais tarde serviriam como guias para esses queridos “perdidos”, bem como, para aqueles que se tornariam os novos líderes e professores da humanidade, à medida que a espécie evoluísse e amadurecesse.

Para que você não sinta piedade por aqueles que caíram, nossas Almas sabiam o que estava prestes a acontecer. Todos os voluntários foram instruídos e treinados antes de encarnar. Ainda assim, quando finalmente chegamos através de vários métodos, quer fossem pela encarnação física, aterrissando no Planeta através de naves estelares ou vindos em corpos tão tenros, os chamados walk-ins, foi um choque muito grande para a nossa consciência a fim de que fosse mergulhada na densidade do plano terreno.

Cheguei ao Planeta nos últimos dias da Lemúria. Enquanto muitas sementes estelares e trabalhadores da luz mantinham boas lembranças da Lemúria, ela provou ser um lugar de horror para mim. Eu era jovem, tola e despreparada para as intrigas das trevas que me procuravam atraídas pela minha luz. Eu era bonita, voluptuosa e alta, e talvez um pouco vaidosa, embora minha mãe não tivesse dito isso; ela estava orgulhosa de sua filha. Ainda assim, em ser vítima que tinha caído nas conspirações das trevas, eu estava seguindo o comando interno de minha Alma, me conduzindo profundamente dentro da humanidade. Lá eu iria esperar o meu tempo com os meus companheiros ao longo do tempo a fim de que as oportunidades surgissem quando a luz estivesse mais uma vez, brevemente transcendente durante os ciclos menores.

Antes da queda, durante a época das grandes civilizações da Lemúria e Atlântida, o nosso povo ocupou vários cargos. Eram professores, sacerdotisas, sacerdotes, xamãs, engenheiros, inventores e artistas. Estes seres iluminados talentosos também procuraram esconder muito da alta tecnologia espiritual usada especialmente nos últimos dias da Atlântida, a fim de que o conhecimento não se perdesse por completo. Você pode ler sobre a nossa história no livro chamado “O Retorno das Serpentes da Sabedoria”, de Mark Amaru Pinkham, que é mais um Kumara.

Apesar do poder das trevas, que foi se espalhando por todas as culturas de ambas e grandes civilizações, havia lugares onde poderíamos viver e trabalhar bastante intactos, de modo que muitas vezes escolhíamos lugares distantes do centro de atividade e da política. Muitos dos voluntários sementes estelares tornaram-se membros de grupos de sacerdotes e de outros sábios, pessoas qualificadas que migraram para as bordas exteriores do antigo Império e, assim escaparam da morte física, quando a ilha continente foi dragada sob os mares.

Alguns de nossos maiores mestres entre nós, sabiam o que estava por vir e sentiam a mudança à medida que os níveis de frequência caíam. Os mais poderosos, os ascensos retiraram seus templos e centros para o reino etéreo, em uma freqüência superior do que aquela que estava disponível para a maioria dos seres humanos, e assim por diante. No entanto, alguns de nós permaneceram na superfície do planeta no meio do povo a fim de manter a luz o melhor que podia, enquanto a noite descia e o mundo ficava escuro.

Dentro do próprio Império, até a pacata vila foi afetada pelas guerras e violências perpetradas pelos Filhos agressivos de Belial. Estes intrusos buscavam, atacavam ou encontravam outros métodos mais sutis para subjugar os inocentes ou incautos entre os seguidores da Lei do Uno. Todas as mentiras convincentes que as trevas ainda falam e mesmo nos últimos dias de escuridão foram utilizadas, em seguida, contra a humanidade e contra aqueles de meu povo que estavam no planeta como voluntários. (Nota do Tradutor: Belial, é um personagem mitológico que significa Rei do Inferno.)

Eu não me lembro dos dias que passei na Lemúria. Foi-me dito que eu tinha pelo menos duas vidas lá, ambas foram cessadas, abortadas cedo devido ao trauma. Após a segunda vida, deixei Lemúria e depois reencarnei no grande Reino de Atlântida. Lá servi como sacerdotisa nos grandes templos à Deusa. E, em algumas vidas, eu servi como um guerreiro guardião fêmea para o Rei e a Rainha.

Antes da queda da Atlântida, fui guiada a emigrar para o que é agora as Ilhas Britânicas. Eu acompanhei um grupo de sacerdotes que se tornariam os primeiros druidas, que iriam servir o povo indígena das ilhas, e as ondas posteriores de imigrantes provenientes da Europa. Os druidas continuaram com a chama da liberdade, educando muitos jovens nos caminhos das artes, ciências, governo, filosofia, ciências naturais e liderança. Os druidas também migraram para a Europa, especialmente na área que foi uma vez conhecida pelos romanos como Gália (atual França e as Terras Baixas).

Assim, vida após vida, lutei, morri e foi perseguida pelos servos dos poderes das trevas que reinaram sobre o Planeta. Às vezes eu desempenhei papéis escuros, como um guerreiro ou sacerdote, bruxa ou bruxo. Às vezes, eu era uma simples fitoterapeuta ou curadora, vivendo na margem da floresta, perto das pessoas que viviam da terra. Muitos tornaram-se vítimas dos poderes das trevas que dominaram a Igreja latino-imperialista, que substituiu as antigas religiões da cidade de Roma, onde uma vez a Deusa foi tida em alta consideração.

Se te disseram que hoje em dia as trevas em Roma serviam a Deusa, essas são as mentiras daqueles que odeiam a Ela de forma mais desesperada. Sempre eles tiveram usado os ensinamentos e os símbolos da luz contra os seguidores e alunos da Lei do Uno. É a maneira deles de torcer a verdade para seus próprios fins, usando-a como uma arma e armadilha para aqueles que são incautos.

Em outros momentos eu vivia nas grandes florestas da América do Norte e nas regiões dos altos planaltos ocidental, onde pequenos grupos seguiam o fluxo e refluxo dos ciclos da natureza. Aprendi a caminhar tranquilamente pela floresta, a fim de viver dentro dos ritmos da natureza. Um profundo amor pela beleza dos lugares selvagens do planeta criou raízes no meu coração, que ainda permanece lá até hoje. Muitas vezes eu era tanto um xamã quanto um guerreiro, dependendo da necessidade do povo.

Através de uma série de vidas entrelaçadas com o império de Roma, vivi e lutei como soldado, e, era casada, uma esposa de um general romano, os romanos fugiram quando eles assumiram Albion, só para morrer no final com uma espada curta. Eu fui um druida em mais de uma vida, desprezada pelos romanos e mais tarde pela Igreja Latina, mas dedicada ao povo a quem servi, ensinei e curei. Eu vivia como um Culdee (cristianismo celta) solitário e pregava orações juntamente com os meus irmãos e irmãs em Iona, a antiga ilha dos druidas que tinham chegado há muito tempo dos restos da Atlântida, antes mesmo que ela caísse no profundo mar azul na tempestade e fogo.

Eu dancei pelos corredores dos príncipes de Mogul e vivi muitas vidas como um filho/filha da Mãe Índia. E, eu caminhei os antigos caminhos florestais do Japão, seguindo os passos de meu marido guerreiro, sempre a esposa dedicada… Pelo menos durante uma vida inteira. Eu era uma pequena dançarina de templo muito magra na Indonésia antiga e viajei em elefantes como um honrado senhor de terras.

Na Escócia antiga, eu era um rei guerreiro, mais tarde, a filha de um conde e esposa para um barão respeitado no norte. Eu vivi parte da Primeira Guerra da Independência Escocesa, lutei contra o tirano rei astuto, Edward I da Inglaterra e do País de Gales. Mais cedo ainda, eu morava no antigo reino Galês que existia no norte da Inglaterra de hoje, batendo sobre a fronteira do Lowlands da Escócia. Pouco se sabe sobre este reino na história, mas o som dele ecoa através das páginas das histórias de JRR Tolkien sobre os Reinos do Norte. E eu andava pelos pântanos da Escócia como um guerreiro das pessoas pouco conhecidas agora chamadas de Pictos.(NT.: antigo povo que habitava o norte da Escócia) Nós não nos pintávamos de azul, mas as tatuagens eram usadas ​​a fim de designar a identidade tribal. 

Durante a Idade das Trevas, eu era um estudioso e soldado como um cavaleiro templário, aprendendo árabe e absorvendo os segredos milenares das Serpentes da Sabedoria, que haviam descido através dos sábios do Oriente Médio. Em uma idade mais adiantada, eu servi no Templo de Hathor e naveguei sobre o peito do poderoso Nilo na inundação. Eu realmente vivi em muitos lugares, em muitas vezes, e de muitas formas, tanto como homem quanto mulher. Muitas das minhas vidas eram curtas e terminavam violentamente. Algumas eram longas e tranquilas, pois  nos eram dado períodos de descanso, tudo a fim de que pudemos absorver o que tinha sido aprendido antes.

Eu andava pelas colinas e montanhas da Galileia e conhecia os essênios, uma vez que eu também era um deles. Casado e mais velho, eu era um primo de Maria, e a abriguei nos primeiros dias de sua gravidez. Maria era pura e de sangue nobre e era casada com José, apesar do que as histórias falam dela na bíblia dos homens. Muitos dos que cercaram e fizeram parte da vida de Yeshua bar Joseph eram também Kumaras. Eles também foram indivíduos altamente qualificados, bem versados ​​na Lei, falando várias línguas e dedicados à Luz. Eles não eram pescadores ignorantes e coletores de impostos que a bíblia dos homens os tornou que assim fossem.

Juntos, como essênios e outros grupos secretos altamente colocados, nós havíamos nos preparado durante séculos a fim de sermos capazes de suportar o Único que iria ancorar uma nova e potente força de luz sobre o planeta, a Chama equilibrada de Amor/Sabedoria do Cristo. E nesse ciclo particular de grande escuridão sobre a terra, o aspecto físico deste grande Senhor da Luz foi só bem sucedido na realização da energia de Cristo dentro de seu veículo físico por curtos períodos de tempo, complementados por muitos adeptos, visíveis e invisíveis. Caberia aos outros que viriam mais tarde, evoluir seus vasos físicos capazes de manter a Luz, enquanto na encarnação física sem queimar os centros de energia do corpo físico. E isso, meus queridos, é o que está acontecendo hoje. Ascensão física está ocorrendo, pela primeira vez em poucos, e mais tarde, em muitos.

Muitas de minhas vidas não foram gastas em tais papéis fundamentais, pelo menos que eu esteja ciente deles agora, mas sempre, em qualquer vida, me vi agindo e retive um laço à minha casa. Entre vidas, eu servi e aprendi nos grandes retiros etéreos localizados neste Planeta e sobre Vênus. Eu não estava perdida ou esquecida nunca durante estes longos, longos séculos de serviço. Mesmo antes desta vida, passei tempo treinando para a minha próxima missão no retiro etéreo do Arcanjo Miguel, localizado nas montanhas rochosas perto de Banff, Alberta, Canadá. Todos nós, que viemos à Terra como um Ser Crístico têm uma história semelhante – algumas dedicadas ao serviço com a Fonte ou através do serviço aos outros.

E na vida anterior a esta, a minha vida foi interrompida. Como um inglês e piloto da Força Aérea Real, bombardeiro altamente qualificado nos primeiros dias da guerra, eu fui abatido sobre a França. Pousei o avião, mas estava sangrando de feridas debaixo do fogo. De alguma forma, eu me arrastei do avião e depois cai inconsciente. Acordei brevemente no focinho escuro de um rifle alemão carregado, eu morri em um campo úmido solitário na França. Nesta vida, eu conheci o piloto daquele avião e até mesmo alguns dos meus outros companheiros daquela vida curta que também haviam morrido na guerra e rapidamente vieram a renascer. Eles não se lembram de mim, uma vez que nesta vida eu era uma mulher, mas eu os conhecia. 

Uma vez que nesta vida eu fiquei aparte, eu sou particularmente apaixonada por assistir dramas históricos britânicos, das épocas de 1930 e anteriores. Se tornando consciente apenas de tal indício de seu próprio comportamento, poderia lhe dar uma indicação a respeito de onde e quando você viveu em vidas passadas. Tenha em mente, porém, que seus Eus Superiores são perfeitamente capazes de enviar os aspectos do Eu (Self) de vidas “passadas” simultaneamente, no tempo e espaço, tal qual é conhecido nos mundos de baixa densidade que não existe exatamente da mesma maneira em 6D e acima.

Assim, nesta vida de serviço neste planeta, eu estava determinada a equilibrar o meu carma e o que eu podia de outros, a fim de permitir que aqueles à quem eu vim servir finalmente entrassem em seu próprio carma.

Quando as antigas previsões de videntes e profetas da destruição da humanidade em torno dos milênios deram em nada, sabíamos que tínhamos passado um marco importante. Agora aqueles que buscavam ascensão durante este ciclo estavam agora livres para persegui-lo com todo o coração. Junto com milhões de outros trabalhadores da luz voluntários de ondas mais recentes, nós tínhamos finalmente conseguido ancorar a Luz do Cristo sobre este planeta. Agora a humanidade está livre a fim de perseguir seu objetivo evolucionista se tornando uma civilização galáctica. E eu estou prestes a embarcar em uma nova missão.

Namastê.

EU SOU Tazjima Amarias Kumara

Essa história vai terminar com a Parte 4 – Uma Nova Missão

______________________________________________________________________________________

Autor: Elizabeth Ayres Escher (aka Tazjima Amarias Kumara)

Fonte: http://www.bluedragonjournal.com

Tradução: Sementes das Estrelas / Maria Dantas – mariadantas2@hotmail.com

– See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/07/eliza-ayres-aquele-que-tem-servido_18.html#sthash.1ixuKTBT.dpuf


2 Comentários

Série: Eliza Ayres

“Aquele que tem Servido”

Parte 2 – Uma filha de Dois Mundos – Cidadã do Multiuniverso

Na minha atual “encarnação” 6D como Tazjima Amarias Kumara VaCoupe, eu sou uma filha de dois mundos e duas civilizações. Minha mãe e meu pai mantêm alta classificação em ambos os mundos. Eu nasci em Vênus, planeta natal de minha mãe uma senhora mestra ascensionada. Na tenra idade de três anos de idade, comecei meus estudos sobre o planeta natal de meu pai, no Planeta Pleiadiano de Medina na ilha de MauBene (ilha continente) e vivi no complexo da família localizada na cidade de Medina. Como Tazjima, junto com meu companheiro, nós temos casas em ambos os planetas e alojamentos na nave Ventos Brancos quando estamos em serviço.

A Casa Pleiadiana

Medina é uma cidade do deserto, Medina está semelhantemente localizada como no Oriente Médio, na Terra. MauBene tem um intenso clima de deserto, com temperaturas de verão subindo para tão alto quanto 82 graus durante o dia. Nas noites e no inverno as temperaturas médias é de cerca de 26 graus. O que também pode ter bastante ventos, com tempestades de areia. Ocasionalmente, enormes e perigosas tempestades elétricas faíscam pelos céus entre as ilhas, mas isso só ocorre algumas semanas do “ano”. As ilhas Pleiadianas estão muito mais próximas umas das outras do que alguns dos planetas do nosso sistema solar (do Sol).

Apesar do clima intenso, Medina é a localização de alguns belos templos, incluindo o grande Shemont, construído e promovido pelo Senhor das Plêiades, Senhor Adrigon. Os Sirianos também construíram recentemente um belo templo em forma de pirâmide dourado, que em tamanho supera a Grande Pirâmide de Gizé, no entanto, é menor do que a enorme Shemont. O Complemento Divino do Senhor Adrigon é  Shekinah que reina no Shemont.

Com um clima tão extremo, a maioria das habitações para se viver tem sido largamente construída no subsolo, com andares subterrâneos, às vezes de 3 a 4 níveis. O complexo de vida da família VaCoupe é uma pequena aldeia por assim dizer, capaz de manter confortavelmente 200 pessoas.

Em torno do andar do piso térreo, há grandes paredes projetadas para bloquear os fortes ventos provenientes do deserto.  As áreas de estar ao ar livre são projetadas com belos jardins cheios de flores. Grandes pátios, assim como recantos mais tranquilos são posicionados ao longo dos jardins. Fontes de fluxo resfriam o ar seco do deserto. As paredes são feitas de pedra local e gesso intrincados no projeto, apesar de também ser extremamente funcional. As refeições são feitas em uma sala comum grande e decorada com simplicidade. Os quartos de dormir são simples e sem luxo. O mobiliário é simples. Os Pleiadianos acreditam na função, simplicidade, limpeza e beleza; e praticam isso em suas vidas diárias. 

Descrições mais detalhadas das “Ilhas” Pleiadianas e Medina em si, e das pessoas Pleiadianas, podem ser encontradas nos livros clássicos escritos por Nina Jenice sobre civilização Extra Terrestre “Pois Somos Um” e “Um Pleiadiano no Tempo”. Nina Jenice encarnou como um Ser Crístico na Terra e reascendeu no final do século passado. Ela era um aspecto do Complemento Divino (ou Chama Gêmea) do Senhor Adrigon; o Chefe Comandante da Frota Estelar das Plêiades e proprietário da grande nave-mãe, a Ventos Brancos.

Vênus – O Planeta do Amor

Quando visto através de um grande telescópio a partir da Terra, Vênus 3D parece ser marrom, sua atmosfera um turbilhão tóxico de gás e tempestades elétricas. Em contraste, a Vênus 4D física é um paraíso tropical, cheio de jardins, florestas, flores, templos, fazendas e pequenas cidades. A maioria de seus habitantes funciona em 5D, mas Vênus tem sido um centro para a formação de grandes almas de Luz. É também um local de férias favorito para os cidadãos de muitas outras nações estelares. Seus grandes templos de mármore branco da Divina Mãe também atraem muitos visitantes e devotos. Nosso povo é muito espiritual e participa de serviços matutinos simples diariamente, enviando nossas vozes reunidas para o Céu através da música e da meditação.

Vênus há muito tempo ascensionou para a luz e está principalmente em uma freqüência de planeta 4D/5D. Muitos dos membros das principais famílias são também altamente evoluídos espiritualmente nas dimensões 6D e ainda dimensões mais altas. Assim é com a minha família também. Temos servido por muito tempo sob a liderança de nosso amado Sanat Kumara. Muitos de nós seguimos o Senhor Sanat Kumara para a Terra depois que ele fez a promessa altruísta a fim de trazer o Planeta Terra e seu povo de volta para a luz depois da queda da Lemúria e Atlântida.

Nos termos diretivos do Senhor Krishna, o Senhor de Siriús, Sanat Kumara iniciou o Ofício do Cristo, para que a humanidade tivesse uma ponte para atravessar, a fim de recuperar a plena consciência. Sem este “passo” imediato ou nível de conhecimento a humanidade teria sido perdida no abismo; tão grande era a diferença entre o ser humano e a Presença EU SOU. 

Sanat Kumara tinha treinado durante milhares de anos a fim de se preparar para se tornar o Logos Planetário ou Senhor do Mundo de um mundo inteiro, uma vez que ele manteria dentro de seu coração todas as almas encarnadas no planeta. Sua formação final aconteceu em Vênus. Outras almas evoluídas também ocuparam vários cargos na Hierarquia Espiritual que foi criada a fim de apoiar o processo evolutivo deste único e precioso mundo.

De seu retiro etérico de Shamballa, localizado acima do deserto de Gobi, Sanat Kumara manteve a luz e equilíbrio para o mundo até recentemente, no ano 2000 desta era atual. A função agora é mantida pela Mestra Ascencionada Lady Quan Yin. Sanat Kumara nunca encarnou fisicamente no planeta Terra; esse papel seria empreendido por outros em exceder as ondas daqueles seres Crísticos, que vieram para servir a humanidade.

Assim, as grandes confrarias e irmandades de Luz com base em Vênus foram formadas com os seus membros para servir como guias de luz e orientadores do caminho durante toda a noite escura que se aproximava. Aqueles que manteriam a luz, a fim de orientar e ensinar o povo desceram em forma etérea para a superfície do Planeta, enquanto seus complementos divinos mantinham o equilíbrio em Vênus e em muitas naves da Federação Galáctica estacionadas dentro do nosso sistema solar. 

Algumas grandes almas de Luz também se comprometeram com a tarefa de incorporar as energias do Cristo, enquanto viviam em um corpo físico. Por exemplo, Sananda Kumara enviou vários de seus aspectos à Terra a fim de preparar o caminho para um veículo que seria adequado para manter estas energias elevadas. Após uma série de vidas, Ele conseguiu com sucesso adequar o aspecto físico que viemos a conhecer como Yeshua bar Joshua, Jesus filho de José. Juntos, estes grandes Senhores da Luz, Sanat Kumara e Sananda, e muitos outros não tão conhecidos, têm trabalhado muito a fim de ajudar a atual fase evolutiva do planeta Terra. 

Da mesma forma, muito do povo Pleiadiano, especialmente aqueles que servem dentro das fileiras a bordo das naves da Federação Galáctica, serviram durante muito tempo na evolução do planeta Terra. Por que deveria ser assim? Bem, uma elevada percentagem de DNA humano vem do genoma das Plêiades, uma vez que as Plêiades era uma das raças mãe que semearam a humanidade sobre o planeta há muito tempo. O povo da Terra, Vênus e as Plêiades estão relacionados. E não esqueçamos, a nossa magnífica família Siriana, Andrômeda, Lira, Arcturiana e outras raças estelares, que também emprestaram seus talentos e energia consideráveis ​​para o desenvolvimento da humanidade. 

Esperemos que, no futuro, eu seja capaz de escrever mais sobre a vida a bordo da grande nave-mãe, a Ventos Brancos. Eu sei que ela é gigantesca e tem 40 andares. Sim, a nave é quase tão grande quanto os Estados Unidos! É preciso transporte para ir de um lado para outro. E ela funciona através de cristais, energia limpa. Há jardins, instalações para exercícios, salas de meditação, áreas de lazer e áreas para refeições, basicamente, tudo o que faz vida no espaço confortável. Nosso líder, Lorde Adrigon, acredita em manter sua equipe e visitantes felizes e ocupados. 

Meu primo, Rananda Kumara, escreveu em seu blog sobre a vida em algumas naves. Ele está atualmente no processo de se harmonizar com o seu Eu Superior e se reabrir para seus sentidos na 5D. Ele expressou que atualmente sua experiência a bordo tem sido de sonho, enquanto o seu Eu Superior lhe mostra o que eles estão fazendo. Rananda não é um membro da tripulação, mas é considerado um convidado de honra e atualmente atua como um conselheiro apoiando os membros da tripulação em terra. Sim, isso significa que vocês, minha gente! O chamam quando vocês sentem que precisam de algum tipo de assistência; Ele tem uma presença muito amorosa!

Um cidadão do Multiuniverso 

Enquanto eu era criada na casa de meu pai, em Medina, eu cresci com algumas crianças de Sírius que haviam por la, na antiga tradição das casas dominantes, que eram nutridas a fim de viver em outro mundo. A nossa casa sendo a residência do Senhor das Plêiades, também foi o destino de muitos visitantes em viagens diplomáticas. Além disso, eu tenho muitos primos, irmãos e irmãs que se casaram em outros sistemas estelares, então eu tenho parentes espalhados por toda a galáxia. Como Tazjima, tenho laços com muitos mundos, mundos de maravilhas e esplendor, mas cheio de pessoas não muito diferentes de nós mesmos. Em todos os mundos iluminados que visitei, encontrei uma humanidade compartilhada, com os cidadãos que trabalham duro e que são amantes da paz da Galáxia. 

Meu povo, das Plêiades e de Vênus, vieram à Terra em missão de paz, para acompanhar a evolução de uma humanidade jovem. Consideramo-nos como cidadãos da Galáxia e do Universo (assim como o Multiuniverso!) E estamos desejosos de que a Terra (Gaia) também tome o seu lugar entre as nações estelares. Só agora é que a humanidade se aproximando na idade adulta onde o seu próprio povo que se submeteu ao antigo caminho espiritual da ascensão, pode assumir muitas das obrigações e as funções da Hierarquia Espiritual do Planeta.

Uma vez que eu sou nova para muito disso, existem ainda lacunas no meu atual conhecimento e consciência dos meus mundos de origem e do conhecimento do meu Eu Superior, contudo, eu vim a entender que à medida que desenvolvemos na realização espiritual, nós ganhamos em sabedoria. E uma vez que os meus sentidos 5D ficam on-line eu serei capaz de me comunicar mais com aquilo que eu experimento lá.

Sabedoria inclui o conhecimento de si mesmo em primeiro lugar. Qualquer professor sábio irá dizer-lhe que você deve primeiro aprender sobre todas as suas fraquezas, os lados escuros e claros, o seu autojulgamento, suas emoções e seus pensamentos. Por aplicar este conhecimento naquilo que você vê ao seu redor, você começa a entender que as pessoas estão interligadas. À medida que você cresce no amor de si mesmo, o seu conceito do ser (Self) cresce em conformidade. Eu ainda estou no processo de crescimento e mantenho a mente e coração abertos. E mesmo enquanto escrevo esta história, estou aprendendo coisas novas.

Existem muitas histórias sobre como Sanat Kumara veio a ser o Senhor da Terra ou Logos Planetário. Uma que eu li recentemente, “A História de Sanat Kumara: Treinando um Logos Planetário”, ditada pelo  Mestre Vywamus (Eu Superior de Sanat Kumara) e canalizado por Janet McClure. Esta história oferece uma versão diferente de algumas daquelas que foram apresentadas acima.

Entenda que as nossas mentes físicas ainda não são capazes de compreender as muitas camadas e dimensões da existência. Pode haver mais de uma história e de um significado a tudo o que o rodeia. Isso pode atrapalhar a mente inferior, mas tal paradoxo é realidade nas dimensões superiores mais fluidas. Permita-se aprender e absorver mais, mantendo uma mente e coração abertos. E verifique sempre internamente se o material “ressoa” com você no seu nível de frequência atual. À medida que você sobe em freqüência, seus entendimentos irão expandir e você será capaz de acessar mais facilmente a sua própria sabedoria interior. Esta declaração também inclui a sua escriba fiel. 

Minhas bênçãos vão adiante a todos os que chegam a estas “páginas”.

Namastê.

EU SOU Tazjima Amarias Kumara

A história continua com a Parte 3: Vidas Passadas

________________________________________________________________________________________________

Autor: Elizabeth Ayres Escher (aka Tazjima Amarias Kumara)

Fonte: http://www.bluedragonjournal.com

Tradução: Sementes das Estrelas / Maria Dantas – mariadantas2@hotmail.com 

– See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/07/eliza-ayres-aquele-que-tem-servido_17.html#sthash.Jw8phvcE.dpuf


2 Comentários

Série: Eliza Ayres

“Aquele que tem servido”

Parte 1: Descobrindo sua origem estelar

Nos últimos meses, tenho aprendido muito sobre minhas origens estelares. Como muitos outros trabalhadores da luz, o meu Eu Superior vive e funciona em uma dimensão completamente diferente… Ou devo dizer dimensões! Nos últimos meses, eu vim a saber, mais sobre as minhas origens e propósito para estar aqui. Embora isso vá soar como fantasia ou ficção científica para alguns, em minha encarnação atual em 4D/5D, eu sou uma “mistura”  de ser estelar, parte veneziana (ou Vênus) e parte das Plêiades. Como Tazjima, eu trabalho com outros membros da Federação Galáctica sobre a grande nave-mãe das Plêiades, A Ventos Brancos.

O que eu realmente faço a bordo da nave Ventos Brancos eu ainda não descobri, mas ontem me ocorreu que eu poderia ser o que seria chamado de um antropólogo cultural, responsável pela coleta e análise dos dados sobre as mais diversas culturas do planeta Terra. Mesmo durante esta vida que eu tenho um interesse profundo e permanente no movimento de povos e culturas em todo o planeta, especialmente dentro do que é chamado de Raças Raízes.

Outra coisa que eu aprendi há pouco tempo, em ser Pleiadiana, é que eu não tinha realmente “nascido” sobre este planeta da maneira normal. Eu vim como um walk-in, em um veículo humano muito jovem com a idade de três anos. Não é de se admirar, então, que eu me sentisse desconfortável em muitos ambientes que é considerado uma parte normal da vida tridimensional? Isso não é normal para mim.

(NoTa: walk-in – É um termo utilizado para descrever a saída de um espirito de seu corpo, a fim de que um outro espirito possa se apossar desse mesmo corpo para iniciar sua experiência. Isso ocorre através de acordo anteriormente firmado entre os espíritos interessados, geralmente acontecendo na tenra idade ou após ocorrências traumáticas na vida da pessoa e/ou outros fatores.)

Há muitos mistérios no Universo que ainda temos que ser capazes de compreender. Sendo um walk-in, e não estou ciente disso por grande parte da minha vida, é apenas mais um de um desses mistérios incompreensíveis que a mente inferior egoica tem dificuldade para entender. Abra o seu coração e sua mente superior e tenha paciência comigo…

O tema do walk-ins é um assunto muito controverso, mas muito bem estabelecido conduzindo a “luz” no novo movimento de Terra que são exatamente esses – walk-ins. Alguns vieram com pleno conhecimento de suas origens e missões, enquanto outros têm sido como eu, tão pesadamente velados, de modo a não estar cientes, pelo menos num primeiro momento que eles são “diferentes” de outras pessoas neste mundo. 

Fiquei adulta e estou presentemente há várias décadas neste planeta, e tenho me tornado muito consciente de quem eu sou, de fato, “diferente” das outras pessoas. Eu agora aceito isso. Neste caso, o “diferente” não significa “melhor”. Sou simplesmente o membro de outra evolução e povos que veio para servir a este atual planeta Terra. Todos vocês, qualquer que seja sua origem, são também meus irmãos e irmãs. 

Agora walk-ins geralmente entram em corpo adulto plenamente desenvolvido, pela simples razão de que a alma humana ocupando o veículo já se estabeleceu dentro do ambiente, dentro dos relacionamentos, uma possível carreira, etc. No entanto, tem-se conhecimento de walk-ins que entram já na primeira infância, especialmente quando a alma original só foi programada para estar no Planeta por um curto período de tempo a fim de equilibrar dessa maneira um pouco do karma ruim. 

A combinação walk-in só pode ocorrer conforme um acordo no nível de alma, e é algo que é difícil para uma mente lógica entender. Jelaila Starr, como uma emissária do Alto Conselho Niburiano, escreveu uma série inteira sobre o processo walk-in, o qual você ainda pode ler em seus fichários de arquivos. Wes Annac é outro Pleiadiano walk-in famoso, que entrou para o corpo de um adolescente problemático. Nos anos seguintes, ele se transformou nesta vida e está gerenciando com sucesso vários sites, blogs, páginas do Facebook e é um escritor e pesquisador prolífico, assim como um homem de família com esposa e filho.

Eu conheci outros dois walk-ins em pessoa, um curandeiro e outro, Carole Harra-Parrish, uma notável guia espiritual, autora e palestrante, que com seu marido fundaram uma igreja e uma comunidade em Sparrowhawk Village, localizada perto de Tahlequah, Oklahoma. Pessoal, os Walk-ins são reais.

Eu provavelmente iniciei o processo de walk-in com o meu escolhido walk-out, quando o bebê estava quase morrendo em seu berço de morte em apenas 11 meses de idade. Quanto ao restante, levou quase dois anos para completar o processo de entrelaçamento e a conclusiva troca de almas. 

Lembro-me distintamente quando acordei aos três anos. Eu estava em pé na frente da pia do banheiro na casa “dos meus pais”, segurando uma escova de dente na minha mãozinha. Olhei para mim mesma no espelho, incapaz de me lembrar do meu nome. Sempre inteligente, curiosa e observadora. Eu era capaz de me integrar na vida familiar, sem muito esforço. E, no entanto, assim como outros trabalhadores da luz que encarnaram ou vieram como walk-ins, eu nunca me senti confortável com a vida em 3D sobre o Planeta Terra.

Como um walk-in, o meu papel tem sido menos importante do que algumas das pessoas a quem eu só tenho observado. Eu vim, como muitos trabalhadores da luz encarnados vieram, a fim de manter o equilíbrio para o Planeta enquanto certas mudanças estavam ocorrendo e que conduziriam finalmente até o processo de ascensão atual para aqueles que nesta evolução estivessem prontos para ser “colhidos”. 

Como vocês percebem meus queridos, eu não sou do Planeta Terra. A “Eliza” que tem vivido aqui por muitos anos dentro desta vida, é um aspecto do meu Eu Superior, que atualmente trabalha sobre a nave Ventos Brancos, mas também como viajante entre as atribuições das Plêiades e em Vênus. Estou casada com um Pleiadiano muito bonito, alto e nobre, que também trabalha na nave Ventos Brancos. Meu Eu Superior, que é uma Amada Mestra Ascencionada, apesar de desconhecida para os habitantes da Terra (ou terráqueos, como eu prefiro) enviou muitos de seus vários aspectos a este Planeta, a fim de ajudar com o ciclo evolutivo atual, “Eliza”  como sendo um desses aspectos.

Meu real Eu Superior é de pelo menos 6D, embora ele continue a trabalhar com a Federação Galáctica, que funciona em 4D/5D. Como um ser de luz 6D, ele é capaz de enviar partes de si mesmo ou vários aspectos de “vidas” sobre o planeta, a fim de estimular o processo evolutivo da humanidade, acrescentando-lhe um enorme quociente de luz de seus colegas aventureiros de Vênus, Plêiades, Sirius e outros sistemas estelares. 

Parece engraçado falar assim sobre si mesmo, mas eu certamente não estou fazendo isso por um desejo de parecer maior ou melhor daquilo que você vê “na carne” aqui no planeta Terra. Em vez disso, considere o que o seu Eu Superior é capaz de fazer, já que muitos trabalhadores da luz tornam-se mais conscientes da nossa verdadeira natureza multi-dimensional. Também fui informada por uma fonte confiável que eu sou de uma evolução completamente diferente daquela da Terra. E eu já fiz esse tipo de trabalho em outro lugar.

Embora, na minha atual “encarnação” 5D/6D  como Tazjima, eu estou estacionada entre as Plêiades, Vênus e as grandes naves estelares, eu também tenho ascendido em Sirius A e tenho sido um membro ascendido da própria civilização antiga Arcturiana. Há muito mais para cada um de nós do que podemos imaginar, especialmente se nós nos identificamos em excesso com o veículo físico.

O ciclo evolutivo atual tem sido pelo menos de 25.000 anos. À medida que o grande ciclo termina, há uma oportunidade para os seres encarnados sobre o Planeta a ascender. Essas almas que desejam uma formação adicional acelerada na escola da encarnação física, vão continuar com sua jornada em um planeta adequado 3D, outra “Terra” por assim dizer. Enquanto isso, a Nova Terra, o planeta Terra (Estrela) recentemente ascendido tomará o seu lugar há muito aguardado entre as nações estelares galácticas que compõem a Federação Galáctica. 

Para aqueles de vocês que estão curiosos sobre suas próprias origens estelares, vocês vão aprender sobre elas conforme vocês continuam a trabalhar em sua ascensão. À medida que vocês integram as essências escuras e claras de seu ser até que alcancem um nível de equilíbrio, vocês começarão a se abrir para os mundos que existem além das capacidades que seus sentidos físicos possam alcançar. Soltem a dúvida e o medo e abracem sua imaginação a fim de levá-los muito longe até que vocês sejam capazes de unir as suas energias com outros andarilhos, almas gêmeas e famílias de almas. 

Em estar disposta a escrever sobre a minha jornada, eu tenho atraído para mim alguns daqueles que ressoam em um nível similar. Naquilo que dividimos de forma privada, comecei a descobrir a verdade sobre minhas origens estelares. Se você quiser fazer isso também, entre em seu poder pessoal e coragem e mova através de todo o restante de autodúvida. Basta fazê-lo e você ficará feliz que você o fez, utilizando qualquer dos dons que você tem a oferecer. Você vai conhecer os seus dons por aquilo que lhe dá grande alegria. Expresse essa alegria e você vai atrair para sua vida aquelas “almas gêmeas” e companheiros com quem você compartilhou muitas vidas e propósitos.

Eu continuarei com esta história na Parte 2: “vidas passadas”

__________________________________________________________________________________________

Autor: Elizabeth Ayres Escher (aka Tazjima Amarias Kumara)

Fonte: http://www.bluedragonjournal.com

Tradução: Sementes das Estrelas / Maria Dantas – mariadantas2@hotmail.com 

– See more at: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/07/eliza-ayres-aquele-que-tem-servido.html#sthash.3n90wrgw.dpuf


1 comentário

Irena Sendler

Irena Sendler (em polaco: Irena Sendlerowa, nascida Krzyżanowska) (15 de fevereiro de 191012 de maio de 2008), também conhecida como “O Anjo do Gueto de Varsóvia,” foi uma activista católica dos direitos humanos durante a Segunda Guerra Mundial, tendo contribuído para salvar mais de 2.500 vidas ao conseguir que várias famílias cristãs escondessem filhos de judeus no seio do seu lar e ao levar alimentos, roupas e medicamentos às pessoas barricadas no gueto, com risco da própria vida.

Fonte: Wikipédia

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Irena_Sendler

Irena conseguiu uma autorização para trabalhar no Gueto de Varsóvia, como especialista de canalizações.

Mas os seus planos iam mais além… Sabia quais eram os planos dos nazis relativamente aos judeus (sendo alemã!).

Irena trazia crianças escondidas no fundo da sua caixa de ferramentas e levava um saco de sarapilheira na parte de trás da sua caminhonete (para crianças de maior tamanho).

Também levava na parte de trás da camioneta um cão, a quem ensinara a ladrar aos soldados nazis quando entrava e saia do Gueto. Claro que os soldados não queriam nada com o cão e o ladrar deste encobriria qualquer ruído que os meninos pudessem fazer.

Enquanto pôde manter este trabalho, conseguiu retirar e salvar cerca de 2500 crianças.

Por fim os nazis apanharam-na.

Souberam dessas atividades e em 20 de Outubro de 1943

​​

Irena Sendler foi presa pela Gestapo e levada para a infame prisão de Pawiak, onde foi brutalmente torturada.

Num colchão de palha, encontrou uma pequena estampa de Jesus com a inscrição:

Jesus, em Vós confio”, e conservou-a consigo até 1979, quando a ofereceu ao Papa João Paulo II.

Ela, a única que sabia os nomes e moradas das famílias que albergavam crianças judias, suportou a tortura e negou trair seus colaboradores ou as crianças ocultas.

Quebraram-lhe os ossos dos pés e das pernas, mas não conseguiram quebrar a sua determinação.

Já recuperada foi, no entanto, condenada à morte.

Enquanto esperava pela execução, um soldadoalemão levou-a para um “interrogatório adicional”.

Ao sair, ele gritou-lhe em polaco: “Corra!”.

Esperando ser baleada pelas costas, Irena, contudo, correu por uma porta lateral e fugiu, escondendo-se nos becos cobertos de neve até ter certeza de que não fora seguida.

No dia seguinte, já abrigada entre amigos, Irena encontrou o seu nome na lista de polacos executados que os alemães publicavam nos jornais.

Os membros da organização Żegota(“Resgate”) tinham conseguido deter a execução de Irena, subornando os alemães e Irena continuou a trabalhar com uma identidade falsa.

Irena mantinha um registo com o nome de todas as crianças que conseguiu retirar do Gueto, guardadas num frasco de vidro enterrado debaixo de uma árvore no seu jardim.

Depois de terminada a guerra tentou localizar os pais que tivessem sobrevivido e reunir a família.

A maioria tinha sido levada para as câmaras de gás.

Para aqueles que tinham perdido os pais, ajudou a encontrar casas de acolhimento ou pais adotivos.

Em 2006 foi proposta para receber o Prêmio Nobel da Paz… mas não foi selecionada.

Quem o recebeu foi Al Gore por sua campanha sobre o Aquecimento Global.

Não permitamos que outra vez esta Senhora seja esquecida!!


Passaram já mais de 60 anos, desde que terminou a 2ª Guerra Mundial na Europa.

Este texto será reenviado como uma cadeia comemorativa, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristãos (inclusive 1.900 sacerdotes católicos ), 500 mil ciganos, centenas de milhares de socialistas, comunistas e democratas e milhares de deficientes físicos e mentais e que foram assassinados, massacrados, violados, mortos à fome e humilhados, com os povos do  mundo muitas vezes olhando para o outro lado…

Agora, mais do que nunca, com o recrudescimento do racismo, da discriminação e os massacres de milhões civis em conflitos e guerras sem fim em todos os continentes, é imperativo assegurar que o Mundo nunca esqueça. 

Gente como Irena Sendler, que salvou milhares de vidas praticamente sozinha, é extremamente necessária.

A intenção deste texto é chegar a 40 milhões de pessoas em todo o mundo.

Una-se a nós e seja mais um elo desta cadeia comemorativa e ajudar a distribuí-la por todo o mundo…

Por favor, envia este texto às pessoas que conheces e peça que não interrompam esta cadeia.

“A razão pela qual resgatei as crianças tem origem no meu lar, na minha infância. Fui educada na crença de que uma pessoa necessitada deve ser ajudada com o coração, sem importar a sua religião ou nacionalidade.” – Irena Sendler

______________________________________________________________________________________________