ASCENSÃO PLANETÁRIA

AMIGO LEITOR!!! Nossa missão aqui é apenas de divulgar a "Ascensão" do Planeta Terra e dos seres que nele habitam. Não temos a menor intenção de impor ou convencê-lo de qualquer assunto aqui tratado. Deixamos claro que não se trata de nenhuma seita ou religião e também não discriminamos ninguém, quer seja por raça, partido, opção sexual ou religiosa. A principal intenção é de informar, ao amigo leitor, sobre temas e assuntos que, em nossa opinião, entendo serem tão importantes e necessários, e que num futuro muito próximo, poderá lhe ser útil. Pedimos apenas que use seu discernimento o máximo que puder, meditando, analisando e, por que não dizer, questionando o que aqui vier a ler…. SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS E FIQUEM NA LUZ !!!

Matthew Ward

2 Comentários

Setembro 23, 2014

1.Com saudações amorosas de todas as almas desta estação, sou Mateus. Ao abordar as perguntas mais recentes dos leitores, citamos uma que é a essência de todas: A rejeição da independência da Escócia foi um passo atrás para o progresso do mundo? Não vemos o assunto dessa forma. Vemos como um progresso o facto de ter havido eleições, em que os cidadãos da Escócia podiam ter explicado, e explicaram pacificamente, que a sua soberania era verdadeira. Embora o resultado tenha decepcionado os escoceses progressistas, o forte apelo para a independência tornou claro ao governo da Grã-Bretanha que deve haver mudanças na sua relação não só com o povo da Escócia, mas também com os povos do País de Gales e da Irlanda.

2. De momento, ainda não se sabe com que rapidez as alterações propostas irão chegar e em que medida irão satisfazer os cidadãos desses países. A longo prazo, as regulamentações impostas pelo governo, as restrições, as multas e as imposições fiscais irão cessar em todo o lado. Todos os povos da Terra compreenderão a sua divindade na Unidade de Tudo, o seu conhecimento inato e os seus poderes como seres multidimensionais, e todo o mundo vai respeitar a santidade de tudo dentro da Criação.

3. Têm-nos perguntado frequentemente por que é que algumas fontes do exterior do planeta indicam uma data para a ocorrência de um ou outro acontecimento e nós não o fazemos. Em primeiro lugar, pedimos que apliquem o vosso discernimento à informação canalizada, particularmente na que diz respeito aos anúncios da NESARA ou ao enriquecimento repentino. E estejam conscientes de que algumas informações que são indicadas como sendo canalizadas, na verdade, são escritas e divulgadas por indivíduos com a intenção de desinformar, desencorajar ou amedrontar os leitores.

4. Então agora digo, uma razão pela qual não nos sentimos à vontade em indicar uma data é a dificuldade de colocar no vosso tempo linear algo que já existe no continuum. Voltaremos a este assunto, mas primeiro queremos falar sobre outra razão, porque é de longe a mais importante. A vossa expectativa sobre um acontecimento específico envia energia positiva que está vinculada a um determinado período de tempo; se nada de significativo acontecer, então, essa energia transforma-se em desilusão, desânimo ou mesmo raiva, e esta queda de vibração atrasa ainda mais o acontecimento previsto.

5. Dito isto, dizemos com satisfação que a década de atraso no avanço da vossa sociedade irá terminar em 2017, com uma janela celeste semelhante à que ocorreu durante o solstício de Dezembro de 2012, que facilitou a entrada da Terra na quarta densidade. Na verdade, o vosso conceito de tempo corresponde antes a energia em movimento, e uma vez que a rota da ascensão da Terra está a percorrer planos de energia sucessivamente mais elevados, ou planos de energia mais leves, os anos que faltam irão passar com uma velocidade a aumentar progressivamente. Deste modo, as vibrações cada vez mais elevadas ao longo do percurso irão permitir a expansão da compreensão do conhecimento a nível da alma e os poderes de manifestação, que serão carinhosamente bem acolhidos por vós.

6. Este afastamento da nossa habitual relutância em mencionar uma data, é apenas, em parte, devido ao facto de o alinhamento planetário a ocorrer em 2017 ser um dado adquirido. Mais ainda, querida família, é que o vosso optimismo e entusiasmo sobre o futuro da Terra irá contrabalançar os relatos de negatividade difundidos pela comunicação mediática de destaque sobre a epidemia de Ébola, sobre a Ucrânia, o Afeganistão, o novo e frágil governo do Iraque, o conflito de longa duração Israelo-Palestiniano e, especialmente nesta época, os esforços para deter o avanço das forças armadas da ISIS na Síria.

7. Não estamos a subestimar a gravidade dessas situações ao dizer que os filmes e os relatórios repetitivos com um aspecto medonho estão a evocar o medo e o pessimismo que mantém as populações constrangidas na mentalidade da terceira densidade. Por exemplo, o esforço para eliminar a ISIS em três anos ou mais – não vai ser necessário demorar tanto tempo! – e uma epidemia de Ébola que está fora de controlo — e que, na realidade, não está!

8. Apesar de, até certo ponto, haver uma perda de credibilidade na comunicação social, a grande maioria dos povos da Terra acredita nos relatórios dos “peritos”, porque desconhecem o que vocês sabem. Eles não sabem que as circunstâncias que vos preocupam irão percorrer o seu caminho mais rapidamente, se forem empurradas por correntes de energia positiva. Não sabem que o caos dos dias de hoje está a oferecer milhões de oportunidades para completarem o karma da terceira densidade, a fim de atingirem o equilíbrio e evoluirem. Não sabem que escolheram estar na Terra para poderem participar em tudo que está a acontecer, ou que o resultado será a Era Dourada da Terra em pleno desenvolvimento.

9. Não estamos a sugerir que tentem mudar a mentalidade de ninguém – o ritmo do crescimento em consciência e conhecimento espiritual é um direito dado por Deus a todas as almas. É que a luz dos vossos pensamentos e sentimentos positivos irradia para o mundo e apressa o fim de todas as lutas, dificuldades e sofrimentos. A Luz – o Amor! – é a chave para a paz, para a saúde e para a prosperidade.

10. Um leitor que interpretou numa mensagem anterior a ‘biblioteca de referência” como sendo o nosso conhecimento “de tudo o que há para saber” perguntou por que é que atribuímos aos colegas no Nirvana, o que afirmamos sobre o avião da Malásia que foi abatido na Ucrânia. Fizemo-lo porque eles foram a fonte – e a nossa base de conhecimento cresce continuamente. Alguma informação provém de indivíduos no Nirvana, que observam e controlam os acontecimentos na Terra, e outra chega de almas altamente evoluídas noutros mundos espirituais, de Deus, de membros de civilizações avançadas, de Conselhos Universais e dos Mestres.

11. Também deduzimos informação ao observar o potencial do campo de energia da Terra, que reflecte a consciênca colectiva de todos os seus residentes – pessoas, animais, plantas e o reino Dévico – e relatamos a actividade mais significativa do campo, na ocasião das nossas mensagens. Mas, devido ao facto de pensamentos, sentimentos e acções de todos os residentes afectarem o fluxo e o refluxo de energia, uma situação pode mudar consideravelmente antes da nossa mensagem subsequente.

12. As correntes de energia que influenciam a situação podem ter reforçado e tornado um resultado possível num resultado provável. A situação que se estava a desenvolver numa probabilidade, pode ter revertido para uma possibilidade, devido às correntes terem enfraquecido. Um surto de energia pode ter entrado numa área onde o movimento era dificilmente perceptível. A intensificação do momentum por trás do que tinha parecido ser um resultado altamente provável pode ter fracassado completamente, devido a um forte surto de energia tê-lo eliminado. As certezas absolutas – os resultados predestinados – são extremamente raros, e a Ascensão da Terra para fora da terceira densidade e a continuação em direcção ao seu destino para a quinta densidade estão entre as raras excepções dos caprichos da energia.

12. As correntes de energia que influenciam a situação podem ter reforçado e transformado um resultado apenas possível, num resultado provável. E uma situação que se estava a desenvolver numa probabilidade, pode ter-se revertido numa possibilidade, devido às correntes terem enfraquecido. Pode ter entrado um surto de energia numa área onde o movimento era dificilmente perceptível. A intensificação do momentum do que tinha parecido ser um resultado altamente provável pode ter fracassado completamente, devido a ter sido eliminado por um forte surto de energia. As certezas absolutas e os resultados predestinados, são factos extremamente esporádicos. Entre as raras excepções dos caprichos da energia estão a Ascensão da Terra para além da terceira densidade e o prosseguimento em direcção ao seu destino, na quinta densidade.

13. De momento o campo de energia está cheio de actividade. Estão a surgir novas correntes de energia, algumas estão a mudar de direcção, outras estão a ganhar momentum, e outras ainda estão a diminuir e a tornar-se meros farrapos; e todo o movimento do continuum é manobrado pelo conjunto colectivo dos pensamentos, sentimentos e escolhas de livre arbítrio da Humanidade. Por isso é que, embora o resultado derradeiro de algo a caminho seja conhecido no continuum, porque está predestinado, não é possível assinalar a data exacta em que um acontecimento específico irá manifestar-se no tempo linear.

14. Ocasionalmente, a passagem de uma pessoa para a Vida além da vida, sensibiliza o coração do mundo, e assim aconteceu com Robin Williams. Os nossos colegas no Nirvana disseram-nos que uma multidão de milhares de almas se juntaram para saudar esse ser que deu prazer a tantos, durante a sua vida na Terra, e apressamo-nos a assegurar aos leitores que escreveram a dizer que rezaram para que ele não fosse “penalizado” por ter terminado a sua vida – que ele não irá ser punido por isso.

15. Em primeiro lugar vamos falar sobre a entrada no Nirvana. A alma é libertada do corpo etérico e da mente, e chega nas mesmas condições em que a pessoa deixou a vida física. A mente de Robin estava invadida por uma depressão infiltrada e penosa que, no final, assumiu o controlo; ele pensou que só terminando a sua vida, poderia escapar a essa agonia intolerável. A sua mente traumatizada precisava de ser curada e isso aconteceu com os cuidados habituais e com a atenção constante numa das áreas especializadas do Nirvana, que pode ser igualada aos vossos hospitais com Unidades de Cuidados Intensivos.

16. Os nossos colegas relataram que a cura psíquica de Robin foi rápida devido ao padrão celular de vidas passadas em civilizações avançadas, e que tinha completado as cláusulas principais das escolhas do seu contracto. Está na companhia de amigos e da família das suas vidas passadas imediatas, e está a experimentar alegremente outros aspectos maravilhosos da vida no mundo espiritual da Terra. Acrescentamos, por conhecimento próprio, que os Seres de Luz em todo o Universo, respeitam esta alma altamente evoluída que tinha escolhido ser generoso em espírito, energia e recursos, ultrapassando de longe e mesmo extraordinariamente, essa grande medida.

Para conhecimento de todas as almas, pedi à minha mãe para vos transmitir a informação que lhe dei há vários anos, sobre o que diz respeito ao suicídio. [A seguir é descrito o capítulo sobre o “Suicidio” no livro Mateus, Fala-me da Vida no Além]

Matthew, as pessoas que morrem por se terem suicidado são tratadas de uma maneira diferente?

Sim e não. Ao chegarem ao Nirvana, é-lhes dada a mesma recepção pessoal e amorosa como a todas as outras, e são feitos todos os esforços para ajudar a sua cura e ajustamento tal como se procede com todas as almas traumatizadas que necessitam de cuidados específicos. No entanto, elas entram numa estância de tratamento especial, pois os seus traumas necessitam de cuidados máximos específicos consoante cada caso.

Sei que ouviram dizer que as pessoas que acabam com a vida têm de enfrentar um castigo durante a vida em espírito, mas instintivamente, vocês duvidam que seja assim. Têm razão, tal não acontece. Não é justo nem razoável aglutinar todos os suicídios numa única categoria, sujeitos a um único julgamento que todos terão de enfrentar.

Em alguns casos, a causa do suicídio é um desequilíbrio grave da composição química do corpo que impede o indivíduo de tomar uma decisão saudável. Algumas pessoas agem sob depressão extrema, talvez pela perda de alguém que consideravam vital nas suas vidas e a depressão apodera-se do seu pensamento racional. Alguns perdem a vida devido a acções loucas, não acreditando que o risco poderia acarretar a morte. Outros agem no desespero do momento, sem dar tempo ao espírito para se fortalecer. Alguns terminam a vida para acabar com dores insuportáveis. Nenhuma destas situações merece um julgamento severo tal como, quando a causa da morte é atribuida a paragem cardíaca ou a uma fractura do pescoço. Algumas pessoas, em condições relativamente saudáveis, decidem conscientemente terminar as suas vidas. Para alguns, é uma capitulação total a uma série de acontecimentos adversos; por vezes para sustentar as famílias pensam que a única maneira de lhes prover dinheiro será através do dinheiro/do prémio de uma apólice de seguro. Outras pessoas concluem que não podem lidar com situações demasiado difíceis ou desagradáveis – talvez a infidelidade no casamento ou a corrupção financeira ou política que foi descoberta, ou quando foram desacreditados pelos seus pares. Esses casos calculados também são muito tristes porque realmente essas pessoas não desejam desligar-se da totalidade da sua vida na Terra, mas sim, apenas dos aspectos que compreendem ser tão avassaladores que, em sua opinião, só a morte os pode remediar. Seja qual for a razão, as pessoas que cometem o suicídio revêem os seus registo Akashicos com a mesma auto-avaliação e processo de planeamento, como qualquer outra alma. É verdade que incorrem numa lição acumulada, por terem de repetir todas as lições que escolheram mas que não completaram. No entanto, não há castigo ou karma pesado, devido à morte infligida a si mesmos. A intenção ou o motivo, é a base de todas as determinações do julgamento de si mesmo, e essas pessoas não necessitam julgar-se com mais severidade do que os outros neste reino.

17. Obrigado, Mãe. Então agora, respondendo aos leitores da Europa que têm escrito, mencionando a sua preocupação sobre a população muçulmana, em algumas das suas cidades. Queridos, eles não estão aí para criar tumultos! Responderam a uma orientação a nível da alma para se familiarizarem com novas áreas geográficas, novas culturas e filosofias; e porque não é da noite para o dia que se adaptam a uma novidade dramática, é natural que se apeguem ao que lhes é familiar – os parentes, o vestuário e as tradições religiosas. Não são os únicos a escolher imigrar, mas devem ser o caso mais óbvio. E, tal como qualquer outra população, alguns indivíduos comportam-se mal e a longo prazo, os residentes da área podem erradamente atribuir esse comportamento a todas as pessoas da nova população.

18. Aos leitores que estão a englobar todos os muçulmanos com os mesmos pontos de vista religiosos da organização *ISIS, ou **ISIL, dizemos: Por favor, não façam isso! Alguns de vós citaram passagens do Corão, que permitem e advogam mesmo, matar os seus inimigos. A Bíblia tem uma pletora do mesmo tipo de material e ambos os livros distorcem completamente os dogmas da fé original.

19. Por exemplo, a referência bíblica de “nascer em pecado” – para já não mencionar a de que Jesus morreu para salvar os pecadores! – é um desvio repugnante dos registos antigos dos ensinamentos de Jesus. Ele ensinou que “o pecado” é apenas um erro de julgamento, e o único erro é interferir no crescimento da alma, deste ou daquele indivíduo.

20. O ingrediente de todas as almas é a essência da energia de puro amor do Criador e é a constituição de todos os recém-nascidos. Quando os indivíduos são doutrinados desde a infância no ódio, na vingança e a matar em nome da religião, são atraídos por grupos como a organização ISIS. Assim, se bem que que esta força militante possa pensar que está a agir de acordo com os princípios da religião, na realidade, não está. Está a agir de acordo com o resultado de mentalidades que foram inculcadas com o direito e a responsabilidade de defender brutalmente e promulgar as suas crenças, por mais erradas que elas sejam.

21. Aconteceu o mesmo com a Cristandade. Considerem a Inquisição, as Cruzadas, a perseguição dos povos indígenas pelos Conquistadores católicos, na América Latina. Mais tarde, no território que veio a chamar-se Estados Unidos, os americanos dizimaram rebanhos de bisontes, a fim de privar a população nativa da sua fonte de sustento e reduziram a população através do massacre e da doença.

22. Bem-amada família, até certo ponto, todas as vossas religiões tiveram início na pureza das verdades espirituais; partiram dos seus princípios e os grandes desvios estão no Islão e na Cristandade. A maioria das lições kármicas a que vocês ficaram sujeitos, geração após geração, teve origem no que foi feito em nome da religião, o aspecto que mais dividiu e destruiu a vida na Terra.

23. O processo da transformação do mundo e da renovação espiritual está a terminar com o que longas eras de trevas impuseram aos corações e às mentes: O medo ou o desprezo por tudo o que seja diferente – destruir o que temem, desrespeitar e discriminar as diferenças que vocês consideram inferiores. A fim de garantir que isso se estabeleceria firmemente na Humanidade, as trevas implantaram a ideia de rótulos para salientar as diferenças. Assim, a sociedade passou a considerar e, muitas vezes a julgar os indivíduos, de acordo com o seu estatuto religioso, nacional, cultural, étnico, político, governamental, ideológico, racial, profissional, tradicional, financeiro ou social.

24. Denominamos-vos trabalhadores da Luz – não é também um rótulo que designa a diferença daqueles que não o são? É, mas nunca é mencionado com a intenção de vos separar das outras almas, e muito menos de vos considerar acima delas. Os trabalhadores da Luz sabem quem são – uma parte inseparável de Deus e de todas as outras almas – e que estão a irradiar a Luz que está a libertar os povos da Terra dessas restrições de divisão, para que todos possam viver juntos em paz, respeito, cooperação e harmonia. Todas as almas do planeta estarão a viver dentro da Luz, onde não existem rótulos.

25. Estamos ao vosso lado com amor incondicional, ao longo do vosso caminho de ascensão.

______________________________________

AMOR e PAZ

Suzanne Ward
Website: The Matthew Books
Email: suzy@matthewbooks.com

Tradução: Maria Luisa de Vasconcellos (luisavasconcellos2012@gmail.com)
Revisão: Maria Alpinda
Website: http://peacelovelove.blogspot.com/

[Nota da Suzy: Obrigada a todos que me escreveram desejando umas férias maravilhosas com a minha família. Foram momentos de felicidade para todos nós!}]

Anúncios

Autor: Gerson

Este blog foi criado com a intenção de apresentar a ascensão da Mãe Terra e dos seres que nela habitam

2 pensamentos sobre “Matthew Ward

  1. Obrigada pela mensagem são muito esclarecedoras em todos os níveis da vida terrena e espiritual .

  2. PARA ANINHA!!!!!!!!!!!!!!!!SALETE

    Date: Wed, 1 Oct 2014 03:34:39 +0000 To: salete.omarcilio@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s