ASCENSÃO PLANETÁRIA

AMIGO LEITOR!!! Nossa missão aqui é apenas de divulgar a "Ascensão" do Planeta Terra e dos seres que nele habitam. Não temos a menor intenção de impor ou convencê-lo de qualquer assunto aqui tratado. Deixamos claro que não se trata de nenhuma seita ou religião e também não discriminamos ninguém, quer seja por raça, partido, opção sexual ou religiosa. A principal intenção é de informar, ao amigo leitor, sobre temas e assuntos que, em nossa opinião, entendo serem tão importantes e necessários, e que num futuro muito próximo, poderá lhe ser útil. Pedimos apenas que use seu discernimento o máximo que puder, meditando, analisando e, por que não dizer, questionando o que aqui vier a ler…. SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS E FIQUEM NA LUZ !!!

Perigos da Alimentação Carnívora

Desde criança aprendemos que não podemos viver sem as carnes devido ao seu alto teor proteico, sem ela o corpo “enfraquece” até chegar a desnutrição, mas o que acontece é que milhares de pessoas conseguiram viver, e viver muito bem sem precisar sacrificar animais para se alimentar, exemplo disso é o Mahatma Gandhi, pacifista e homens inteligentes como Sócrates e Einsten.


Não quero negar o valor nutritivo desse alimento porém o mal que faz é muito maior, veja porquê :

  • É um animal desvitalizado, pois está morto, sem energia vital.
  • O excesso de proteína é de baixo valor biológico, devido ao longo congelamento.
  • Seu excesso de gordura saturada, provoca colesterol, porque não se dissolve no nosso sangue, ficam depositadas nas paredes, enrijecendo e vão contribuir na arteriosclerose.
  • Antibióticos, proveniente das rações químicas, causam resistência bacteriana.
  • Contém vacinas, resíduos de pesticidas, drogas alopáticas variadas, outros remédios além de DDT devido a ração, forração e carapaticidas.
  • Hormônios sintéticos para aumentar a produção do leite como o dietiletilobestrol, hormônio feminino, provocando antecipação da menstruação e excesso de pelos nas garotas. E nos garotos crescem seios e ficam afeminados.
  • Contém ácido único, principalmente nas víceras, toxinas como escatol, fenol, istamina, putrescina, cadaverina, nitrosaminas, nitritos e nitratos (cancerígeno); sulfato de sódio para dar cor e aspecto “saudável” nos açougues; salitre, para conservar e outros conservantes químicos como formol, adrenalina, adrenocomo e adrenolutina devido o abate; chumbo, embora em pequenas quantidades, devido a proximidade dos pastos com estradas; solitárias – tênia sagihate que é um verme intestinal perigoso; bactérias e vírus diversos; brucelose, tuberculose bovina , humores plasmáticos bovinos; substâncias linfocitárias, alergenos, antigenos, benzoqureno ( 1 kg. de carne é igual a fumar 600 cigarros. Segundo o nutricionista mineiro Wilson Camargo, pós graduado em engenharia biorgânica pelo Instituto Finhorn (Escócia). A fumaça da gordura que sai de um único bife contém tanto benzopireno quanto a fumaça de 600 cigarros – trinta maços).
  • Como nossos intestinos são muito compridos (as carnes levam em média 6 horas para serem digeridas) acabam gerando reações químicas de putrefação dentro dele, provocando gases, que fatalmente irão intoxicar o organismo, além de provocar alterações na fabricação de enzimas.

A CARNE E OS NUTRIENTES

Há uma diminuição do cálcio no consumo excessivo da proteína, provocando dentes fracos e mais tarde a osteoporose.


Está provado que o excesso de proteína cárnea não aumenta o rendimento físico. O trabalho muscular aumenta o teor de ácido lático ( fruto da degradação incompleta da glicose) nos tecidos, aumentando a fadiga, esse ácido deverá ser neutralizado com substâncias alcalinizastes ( frutas e verduras).

A carne é uma substância acidificante e por isso aumenta o cansaço. É pobre em vitaminas (exceto B6 que é essencial para o seu metabolismo) e em minerais que são fatores alcalinizantes.


Pobre em fibras, a “vassoura “do intestino grosso , sem elas os resíduos das fezes vão se acumulando aí, putrefando, gerando gases, toxinas, divertículos e mais tarde qualquer inflamação tipo diverticulite, colite etc. além da prisão de ventre.

A CARNE E A IRIDOLOGIA

Quando olhamos a íris de uma pessoa, fica claro que toda doença nasce no intestino para depois ir para outras partes do corpo, mesmo que para o doente aparentemente não esteja demonstrando isso.

E, ao limpar o corpo, começa também na área intestinal para depois chegar no órgão onde a doença está manifestada.


Na íris é possível perceber também se há falta de vitaminas e minerais, assim como tendências a ter colesterol, excesso de ácido úrico, etc.

VOCÊ AINDA VAI COMER CARNE ?

A carne vem acompanhada de substâncias tóxicas, frutos do metabolismo do animal quando ainda vivo (uréia – xixi – ácido láctico – ), liberados no momento da morte (histemia, adrenalina) ou produtos de putrefação (fezes – suor), iniciada logo após a morte.

Vem acompanhadas de gorduras saturadas, provocando males coronários, câncer de intestino grosso, seios, pâncreas, próstata etc.

O ser vivo necessita de ambiente adequado onde encontre alimentação, clima, habitat, no caso das bactérias do cólon o “PH” é ácido, já o sangue necessita de meio alcalino.


A carne gera temperatura alta (inadequada), sangue ácido, intestino alcalino, consequentemente deixando as bactérias acidófilas com fome, gerando outras não acidófilas que aí encontrarão “PH” adequado para se desenvolver alterando a flora intestinal.


Existem demonstrações que portadores de câncer de cólon tem uma flora intestinal diferente dos não portadores, com excesso de clostridium paraputrificum e aumentos de substâncias carciongenéticas (que provocam câncer) nas fezes.

Vale à pena comer carne ?

Dizer que é gostoso e dá prazer até parece conversa de drogado e toda droga gera vício estimulando ainda a ingestão de outras drogas como cigarro, álcool, muito sal, etc.


As papilas gustativas acostumam a determinado paladar mas a readaptação é possível e gratificante, descobre – se outros prazeres, não violentos mas desintoxicantes, em vez de dependência gerará liberdade, dizer que não consegue é estar numa escravidão, então:

SEJA LIVRE. NÃO USE DROGAS !!!

Sites: http://www.saudeintegral.com, http://www.iridologiasp.com.br e http://www.metodobates.com.br

 

Anúncios

7 pensamentos sobre “Perigos da Alimentação Carnívora

  1. se observarmos a natureza, o animal carnivoro vive, estressado, preguiçoso,
    doente e para curar ele come plantas ou ervas…
    e o herbivoro já tem seu remedio no vegetal …
    conclusão: carne só faz mal….
    troque por carne des ojo…mesmo sabor, sem toxinas.

  2. Parabéns pelo excelente e esclarecedor artigo, estou compartilhando…é justamente o que estou tentando passar às pessoas… obrigado!

  3. um ovo tem a mesma quantidade de proteinas de 1kl de carne.mais pra quem e acostumado a comer e muito dificil dizer q vai parar de comer.

  4. é dificil mudar hábitos de uma vez ,vá aos poucos,veja no google:-receitas veganas integrais

  5. Quando eu era criança morávamos em uma fazenda; tinhas uns 4 anos de idade quando descobri a carne que vinha dos animais, e que eles eram sacrificados pra isso .A partir daquele momento comecei rejeitar ingerir carne,( hoje não como carne) minha mãe insistia porque pensa que era necessário pra uma boa alimentação. Penso que comer carne ou não, é uma questão de conscientização de cada um; junto com hábitos que estão arraigado há milênios que aos poucos vão sendo mudados.

  6. carne adensa nossa aura, impede desbloqueio da glandula pineal ou consciencia da unidade….
    veneno poissó produz toxinas,doenças….

  7. Estou um ano sem carne, sempre fui espiritualista, mas nunca tinha me dedicado aos estudos.. Dezembro de 2014, nosso labrador de 13 anos veio a óbito . achava q a dor das pessoas q perdia seus bichos de estimação , era um exagero, até quando vivi minha própria experiências. Não conseguia entender tamanha dor. Mergulhei nos estudos , do universo, espiritualidade, mecânica quântica, a nossa vd animal. E a partir de janeiro deixei d consumir todos os tipos de carne animal, fui mergulhando cada vez mais sobre a indústria, como os laticínios são produzidos, o sofrimento das fêmeas pra nos fornecer leite, ovos… E cada dia f ui eliminando esses produtos de minha vida… Sou mãe de 3, 23, 20 e 12, a menor começou até primeiro q eu. Os outros dois,não. Compro produtos animal ;pra eles cozinho e td. Mais. Mas nunca mais consumir manteiga, iogurtes, e cada dia vou me adaptando mais e mais. Mas preciso respeitar a escolha do outro e é muito díficil .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s